quarta-feira, 11 de janeiro de 2006

MAIS UMA LANÇA EM ÁFRICA - OU COMO CONVERTER INFIÉIS EM CRISTÃOS-NOVOS

Por mais inacreditável que pareça, isto veio no Avante Lagartão de hoje.


"“Para o FC Porto, tudo!” A determinação de Jorge Alexandre ilustra o espírito de todo um concelho. O presidente do Tourizense até era sportinguista mas, quando há três anos José Mourinho lhe apresentou Antero Henrique e Pinto da Costa, tudo mudou. “Agora é pelo FC Porto que faço tudo. São pessoas extraordinárias e eu e o Tourizense devemo-lhes muito. O clube só pode estar grato ao FC Porto”, frisa.

E parece estar. Os benfiquistas são a esmagadora maioria do concelho, mas o antiportismo não existe. “Ninguém lhes negaria nada. Penso que aqui já todos são portistas”, opina.

Esta é mais uma área de total sintonia entre presidente e treinador. Tó Margarido é um dos tais benfiquistas convertidos. Mas há mais. “Até os jogadores que chegam benfiquistas, pouco depois já são azuis”, revela. “Ainda bem que nos calhou o Benfica. Contra o FC Porto seria estranho”, admite.

Amizade

O empréstimo de jogadores é a área onde a cooperação é mais visível. Mas há mais. “Jogos-treino, contactos, apoio logístico e disponibilidade”, enumera o presidente, que não esquece a solidariedade. “Pinto da Costa disponibilizou-se logo para ajudar depois do acidente do Humberto e do Mauro. O Benfica por exemplo... nem quero comentar”, lançou. “É nestes gestos que se vêem as grandes pessoas e clubes”, conclui."

3 comentários:

Alex disse...

Niguem sabia disto, ninguém suspeitava de nada, oh q surpresa:

http://www.negocios.pt/default.asp?CpContentId=269995

Tansos...

Bakero disse...

"Os benfiquistas são a esmagadora maioria do concelho". Acho que está tudo dito...

Apre disse...

Surpreendente, quase tanto como leres o avante lampião, e quase tanto como o penalti que a Paixão de Bruno não quiz, mas o fiscal obrigou a marcar à Naval, em especial depois de ter forjado o lance do 1-1.