quinta-feira, 18 de junho de 2009

Actualizações à pré-análise da época do penta

Cerca de 2 semanas depois da análise incial e a cerca de 3 semanas do inicio da época, já há alguns desenvolvimentos interessantes.

Então, começando pelo guarda-redes, confirma-se a entrada do Beto (a minha aposta era o Eduardo, mas o Beto poderia ser a alternativa) e a única novidade é o zum-zum de uma possível saída do Helton para Barcelona, o que não me parece lá muito provavel, mas no futebol tudo é possível. A questão da contratação do Beto quanto a mim passa por qual a ideia do Jesualdo com ele: apenas dar luta ao Helton ou ser o Beto o titular? Pela amostra do jogo da Selecção o Helton vai ter um competidor à altura...

Na defesa, algo que não esperava de todo: o final de carreira do mais titulado jogador português em actividade em Portugal, o capitão Pedro Emanuel. Pensei que continuaria mais um ano. Assim não sendo, acredito que de facto o Lucho é para ficar... Entretanto, a entrada do Maicon e do Nuno André Coelho sendo para os lugares do Stepanov e Pedro Emanuel, fazem crer que a saída de Bruno Alves, a acontecer de facto, seja colmatada por algum defesa com mais curriculo (apontava-se o argentino, mais um, Angeleri antes de se lesionar gravemente). Já sobre Cissokho, nem sei o que diga. Quem o viu jogar este meio ano no FC Porto, cheio de energia e entrega, só pode achar desculpa de mau pagador aquela história dos dentes. Para mim, o Milan desconbriu alguem interessante e mais barato ou está a tentar fazer baixar o preço, apenas e só... Olhando depois para os laterais, começo a acreditar que o Cissokho se sair (e admitindo que o Benetiz já está fora), entrando o Álvaro Pereira, o lugar extra seja para o Fucile, já que o Sapunaru e o Miguel Lopes seriam para a direita...

A saída de Andrés Madrid implicará, com toda a certeza, a chegada de mais um número 6, visto que segundo o próprio Jesualdo, mais ninguem no actual plantel faz esse lugar. Por isso, deve estar aí a chegar mais alguem - no que será a 8ª contratação das tais 10 que normalmente o FC Porto faz quase todos os anos!

No ataque, a indefinição do Licha continua a preocupar mas estou convencido que não sairá já - apenas se alguem atingir números casa dos 20 milhões e parecem estar todos à espera que o tempo passe para pagar menos por ele...

Portanto, neste momento, resolvida a baliza, quase resolvida a defesa e o ataque (não me acredito muito na entrada do Djalma, apesar de me parecer um bom elemento) pelo que resta uma contratação garantida no imediato - um trinco. Porque outras só com as saídas irão ser executadas: Bruno Alves ou Lisandro obrigarão de imediato a nova contratação, não saindo ficará como está...

domingo, 14 de junho de 2009

O REI MIDAS...

Pinto da Costa deve ser mesmo o Rei Midas...
Em quase tudo que toca vira ouro. O menino Aly, que há meia dúzia de meses andava no Setúbal, deixou-nos por, nada mais nada menos que 15 milhões de euros.

Pena é que fiquemos sem um lateral esquerdo de qualidade, mas face à proposta, era irrecusável.
Ele foi e temos outra contratação para o mesmo lugar. A ver vamos como sai.

Mas esta mais-valia, não há dúvida, tem o toque do Rei Midas...

sábado, 6 de junho de 2009

Pré-análise à época do penta...

Primeiro, e para colocar logo as coisas como elas devem ser, os cinco objectivos, por importância decrescente, sendo que aos dois primeiros não há desculpas nem palavras mansas para a sua não obtenção, de forma a que a época seja um sucesso total:
1º - Ganhar o penta-campeonato;
2º - Chegar aos quartos de final (minímo) da Liga dos Campeões
3º - Ganhar a Taça de Portugal
4º - Ganhar a Supertaça
5º - Ganhar a Taça da Liga

Em relação ao plantel da época passada, a manutenção do treinador era desejada e penso ser positiva, mas o tempo o dirá.

Sobre os jogadores, vejamos o plantel actual:
Nº Nome Posição Jogos Golos
1 Helton Guarda-Redes 26 0
24 Ventura Guarda-Redes 1 0
33 Nuno Guarda-Redes 4 0
13 Fucile Defesa 17 0
21 Sapunaru Defesa 17 0
2 Bruno Alves Defesa 30 5
3 Pedro Emanuel Defesa 5 0
4 Stepanov Defesa 1 0
14 Rolando Defesa 28 3
5 Benítez Defesa 5 0
28 Cissokho Defesa 28 0
6 Guarín Médio 15 1
16 Raul Meireles Médio 28 4
20 Tomás Costa Médio 22 1
22 Andrés Madrid Médio 7 0
25 Fernando Médio 25 0
8 Lucho Médio 23 9
9 Lisandro Avançado 28 10
10 Cristián Rodríguez Avançado 29 6
11 Mariano González Avançado 24 4
12 Hulk Avançado 25 8
17 Sektioui Avançado 9 0
19 Farías Avançado 20 10
29 Rabiola Avançado 2 0

Dos 24 jogadores que compuseram o plantel, há 15 jogadores que têm mais de 16 jogos realizados na liga do tetra (ou seja, mais de meia época) e que são a base da equipa. Mas, sendo realistas, provavelmente iremos perder pelo menos 2 deles: BRUNO ALVES e LISANDRO. Eventualmente, uma boa proposta pode fazer sair mais algum jogador, como Sapunaru, Meireles, Cissokho, Lucho, Hulk, Farias ou Cebola, mas nesta altura não me acredito muito que a SAD ceda assim facilmente algum destes. Se assim for, dos 15 restam 13, a saber: HELTON, FUCILE, SAPUNARU, ROLANDO, CISSOKHO, RAUL MEIRELES, TOMÁS COSTA, FERNANDO, LUCHO, CEBOLA, MARIANO, HULK e FARIAS.

Acredito que seja esta a base de trabalho para a próxima época e é sobre ela que os reforços já anunciados estão a encaixar. Para já, confirmada está apenas a saída de TARIK.

Dos menos utilizados, que poderão ficar ou ser cedidos, quer por empréstimo para rodagem, quer em venda definitiva se uma boa proposta surgir para realizar um encaixe financeiro interessante, obrigando nessa altura a alguma adaptação. Neste caso encontram-se VENTURA, NUNO, PEDRO EMANUEL, GUARIN e RABIOLA. Sobbre os mais velhos NUNO e PEDRO EMANUEL, são prata da casa e elementos preponderantes no balneário e no espirito de equipa. GUARIN deverá continuar, julgo que agrada ao treinador e tem revelado alguns pormenores interessantes, nomeadamente como médio mais avançado e deverá ter mais uma época para se impor no clube. Mas VENTURA e RABIOLA deverão sair para rodarem.

STEPANOV e BENITEZ têm a mais que provavel guia de marcha por inadaptação, foram "flops", não apresentaram argumentos neste tempo de clube que justificassem a sua contratação.

Ora as anunciadas entradas colmatam saídas descritas atrás, com uma excepção. Assim, VARELA vem ocupar a vaga deixada por Tarik. ORLANDO SÁ, após recuperar da lesão, ocupará a vaga de jovem promessa que foi até agora de Rabiola. ALVARO PEREIRA deverá rodar no lugar de Benitez e prevenir um possível ataque ao Cissokho. MAICON deverá ocupar a vaga de Bruno Alves e NUNO ANDRÉ COELHO deverá ocupar o espaço deixado pelo Stepanov. A excepção é o MIGUEL LOPES que, ou conforme hoje o Jesualdo diz no Público vem para o lugar de Sapunaru que não respondeu durante a época da forma esperada e por isso poderá sair (fala-se do interesse de vários clubes alemães) ou então, tal como também refere noutra parte dessa entrevista, por ser um jogador a limar arestas Miguel Lopes não entra já para o plantel e roda mais um ano noutro clube.

Há uma incógnita que é ANDRÉS MADRID, emprestado pelo Braga. Segundo ainda Jesualdo hoje no Público, ele é o "unico no plantel capaz de substituir Fernando", pelo que parece evidente o desejo que ele continue. Neste momento, devido tambem ao bom relacionamento entre SAD do FC Porto e Braga, acredito que fique.

Se assim for, temos apenas por resolver as questões do 3º guarda-redes e do substituto do Lisandro.

Não tenho ainda certeza que a opção na baliza passe apenas por um jovem das escolas. Acredito que haja na SAD a ideia de trazer um guarda redes "semi-novo", ou seja, alguem com alguma experiência e provas dadas, idade entre os 25 e os 27 anos, de forma a competir com Helton (ou até assumir o seu lugar a curto prazo) e preparar a transição para o Ventura. Assim, não me custa a crer que a SAD avançe para o BETO ou o EDUARDO, talvez este, mais uma vez devido às boas relações Porto-Braga, dentro da política que tem seguido de apostar em jogadores já a actuar no nosso campeonato e com margem de progressão e passando Nuno a desempenhar um papel misto de 3º guarda-redes e treinador adjunto, similar ao Pedro Emanuel e como tantos outros fizeram no final das suas carreiras no FC Porto.

Sobre o atacante para o lugar do Lisandro, não sei o que a SAD prepara. Como o Lisandro era o Derlei. Não sei onde há outro assim, mas confio que se encontre alguem que o possa substituir de facto, jogando ao meio, nos flancos e com muita garra - isto admitindo que a ideia não é trazer um dos extremos emprestados (Vieirinha, Bruno Gama, Ukra,...) de volta e abdicar de Hulk nas faixas e assumi-lo como principal referência do centro do ataque.

Resumindo, a estrutura deverá ficar inalterada no seu essencial e os retoques que se façam, tal como está a acontecer, deverão colmatar pontos mais débeis que ainda se encontram, esperando eu ver entrar ainda mais 2 jogadores para o plantel (guarda-redes e avançado) de forma a reforçar o ataque ao penta. Para o qual partimos, sem margem para dúvidas, em grande vantagem devido às cada vez mais habituais convulsões dos nossos adversários, ainda por cima envolvidos em eleições...

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Ideias interessantes



A entrevista que a Lusa fez ao Jesualdo é muito interessante. Dividida em vários artigos na edição on-line do Público, saliento que ele está ciente daquilo que os adeptos e o clube esperam dele ("Continuar a ser campeão, não há alternativa!") e percebe que a realidade financeira do clube e do futebol português obriga a vender as pérolas e formar novas jóias ("O FC Porto vende caro, mas vende bem"). E se em paralelo juntarmos a ideia que o Lucho está a passar através d'O Jogo que não sai (comprou casa, diz que já tem idade para assentar a vida num local e não recomeçar o sempre dificil processo de adaptação a novo país novamente e, não menos importante, justificar o esforço que o FC Porto tem feito para que ele fique) e fica no FC Porto, tornando-se assim em definitivo um simbolo do clube, tudo se conjuga para mais alguns anos de sucesso e glórias em perspectiva.

É um Jesualdo diferente, mais confiante em si e na equipa, que encontro nesta entrevista, o tal Jesualdo que com esta postura, não tendo aprendido a treinar agora, parece esta época, após a vitória em Kyev na Liga dos Campeões, um treinador completamente diferente do "antigo" Jesualdo que então se amedrontava com os adversários, tinha receio em jogar fora de Portugal, não sentia a camisola e a força que hoje a marca "FC Porto" tem no futebol europeu.

Por isso é agora justa a renovação e o timing em que aconteceu foi perfeito do ponto de vista desportivo - em privado na derrota da Liga dos Campeões, tão ao gosto do Pinto da Costa, publicamente só depois do ultimo jogo da época, reforçando a união do plantel em torno do treinador de forma única - pois este novo Jesualdo é um treinador "à Porto". Soube mudar para melhor e com essa mudança conquistou-me a mim e a muitos outros adeptos: e eu não sou facilmente conquistavel pelos treinadores e nestes 27 anos de treinadores do Presidente Pinto da Costa poucos foram aqueles que de facto admirei - apenas Pedroto, Artur Jorge (1ª vez) e Robson, para além do inevitável e único José Mourinho. Mesmo Oliveira não me encheu as medidas... E os restantes, quando foram campeões, cumpriram, mas mais nada...

É por isso com confiança que aguardo por mais noticias sobre o nosso plantel na próxima época. Quem fica, quem sai, quem entra - e sobre isso falarei nos próximos dias, haja tempo para pensar profundamente e escrever sobre o assunto. Porque os objectivos são claros: o penta-campeonato, os quartos de final da Liga dos Campeões e a vitória na Supertaça, na Taça de Portugal e na Taça da Liga. E, claro está, chegando aos quartos de final da Liga dos Campeões, tudo é possível...

segunda-feira, 1 de junho de 2009

A FINAL II...

video


A dobrar tem mais encanto...



Pois foi mais um ano de dobradinha. Aliás, o 3º este milénio, provando a imensa superioridade do FC Porto no panorama nacional, numa proporção aproximada de 4-2-1: para cada 4 campeonatos ganhos, temos 2 taças e 1 dobradinha, isto é, 24 titulos, 14 taças e 6 dobradinhas...

Sobre o jogo de ontem, apenas a dizer que foi fraco, tipico jogo de final de época, com jogadores cansados e muitos minutos nas pernas, fazendo notar-se isso quer no ritmo de jogo, lento, quer na concentração dos jogadores em campo, baixa com muitas opções erradas e passes mal feitos. De parte a parte, por sinal.

No FC Porto, registo para Lisandro, um lutador incansável e capaz de construir oportunidades como o golo madrugador que marcou ontem. Hulk, em situação similar, não foi (ainda...) capaz de fazer o mesmo. Gostei muito que fosse ele o único a marcar nesta final, pois estou convencido que terá sido o ultimo jogo que fez com a nossa camisola e é um prémio mais do que justo ficar para sempre associado a esta taça.

Bruno Alves também poderá partir, mas parece-me sempre mais fácil substituir um central - basta olhar para a nossa história recente de centrais e tal é facilmente perceptivel...

Por último, a renovação não assinada no papel do Jesualdo. Que já era evidente nas entrelinhas dos discursos quer do Presidente, quer do Treinador. Só faltava era ter ideia do período de tempo e das funções. Pessoalmente, escrevi-o no meu blog pessoal, acreditava que iria ser por 2 anos a renovação, pois o Jesualdo já havia mostrado o desconforto por renovações anuais e não me acredito que o voltasse a fazer nessa base. Mas, isso não o disse lá, também não tenho a certeza que os dois anos sejam para ser técnico principal... Acho que Pinto da Costa vê em Jesualdo Ferreira um homem de organização, racional, ponderado e capaz de planificar a longo prazo, pelo que o actual treinador poderá ser o homem ideal para num futuro próximo passar a ter um papel mais abrangente no futebol do FC Porto e deixar o treino de campo para outros homens, um pouco à semelhança do Fergusson, penso eu. Veremos o que o tempo nos vai trazer...

Nota final para este fim de semana em que dois nomes grandes do futebol penduraram as botas. Um, o nosso bem conhecido e mal amado pesetero Luís Figo, que por mais interesseiro que seja, foi um grande jogador, um dos melhores do seu tempo. O outro, um dos meus idolos de infância, um grande defesa esquerdo, o melhor que alguma vez vi jogar, um grande central, um verdadeiro desportita cujo amor à camisola é unico, capaz de jogar em grande nível até aos 40 anos, Paulo Maldini. Ciau, ragazzi!

A FINAL...

video