domingo, 22 de janeiro de 2006

Je kan de pot op, Jacob! *

Miserável, diz muito bem o Azulão! Os meus maiores receios tornaram-se realidade... Só faltava o Freddy Krueger e era um verdadeiro pesadelo!

Mais a sério: alguns factos, para começar. Em 2006 todas as exibições do FC Porto foram medíocres ou pior que isso. Os resultados têm sido razoáveis em 2006, excluíndo a derrota com o Estrela na semana passada, mas nunca a equipa convenceu - contra o Boavista notou-se a falta de pernas e ritmo, contra a Naval para a taça idem-idem, perdemos com o Estrela e hoje foi o espectáculo degradante que tive o desprazer de assistir! Outro facto, que também o Azulão mencionou: a equipa está desconjuntada, parecem um grupo de amigos que se junta ao fim de semana para dar uns pontapés na bola! Não há trabalho de conjunto, não há rotinas de jogo. Apenas e só o "futebol directo", nome moderno que é dado ao famoso e antiquado "kick and rush" dos ingleses dos anos 80. Muito pontapé dos centrais e laterais à procura da corrida dos avançados.
Algumas conclusões: as férias de 10 dias, somadas às folgas consecutivas, retiraram ritmo competitivo e velociadde à equipa. Salta aos olhos isso a cada jogo... Mais: as alterações que promoveu esta semana são um disparate total, tinha a equipa a jogar sobre brasas, com muita tensão e total falta de rotina entre jogadores e dos jogadores às novas posições. Por exemplo, o Lucho hoje esteve uns furos abaixo porque não jogou na posição dele e faltou-lhe o já habitual apoio do Paulo Assunção. Para além disso, estamos muito dependentes do Quaresma. Nos últimos 5 jogos, sempre que o novo Mágico não marcou, o FC Porto não ganhou... Por último, e como muito bem salientou o comentador da TSF, faltou liderança em campo ao FC Porto. Não havia Baia, não havia Pedro Emanuel, Jorge Costa nem chegou a estrear o equipamento este ano, o Ricardo Costa é um capitão imberbe e o sub-capitão é o Lucho, acabado de chegar ao reino do Dragão! Nunca visto...

Para além disso, ficou-me ainda no ouvido um dos comentários do dito comentador da TSF (Costa Pereira, salvo o erro) que deixou passar a ideia, claramente, que esta "revolução" que foi hoje operada terá alguma coisa a ver com algumas conversas de balneário mais duras e demonstrações de poder de parte a parte, algo que privado e que não pode vir a público mas, percebe-se perfeitamente pelas palavras dele e pelos joagdores afastados esta noite, que terá havido um tomar de posição por parte dos jogadores mais experientes do FC Porto, aqueles que ganharam tudo e sentem a camisola e estão a ver o trabalho de uma época a ser desperdiçado desta forma absurda por causa de um pseudo-treinador que se julga de top mas que na verdade nem para a Liga de Honra terá grandes capacidades! E o resultado é que mais uma semana ou duas e desconfio que deixamos a liderança, sendo que os lampiões da forma como "trabalham" na Liga à semana e nos relvados ao fim de semana são, neste momento, os favoritos a ganharem o título - e não nós!



*
Graças à pronta assitência do nosso leitor António Duarte, fiquei a saber que quando quiser mandar o nosso holandês de estimação ao penico, que é como quem diz, ir à m***a, basta usar a expressão que titula este post!

5 comentários:

Olho Vivo disse...

A primeira página d'O Jogo diz tudo: "...Adriaanse reagiu à segunda derrota na Liga como reagira à primeira: transtornando a equipa de alto a baixo, ao ponto de tocar até Vítor Baía e acabando por construir um verdadeiro sistema protótipo, de apenas três defesas e baseado em novos elementos tácticos, a quinze jornadas do final do campeonato. Ganhou com um golo de sorte e não provou coisa alguma..."

É mesmo triste este treinador. Mas o que eu mais gostava que os adeptos portistas compreedessem é que não estou contra os jogadores e muito menos contra o Clube. O FCPorto faz parte de mim. Estou contra este treinador execrável que tem jogadores de grande qualidade e enorme potencial e pouco ou nada lhes tem ensinado sob o ponto de vista táctico.

Pedro Reis disse...

Sem tirar nem pôr: a nós é que nos vai custar ter que aturar o Veiga e o Vieira a festejar mais um campeonato e a cantar de galo!
A decadência e senilidade do Pinto da Costa saltam aos olhos de todos (os que querem ver e não usam palas). O treinador é só mais uma peça errada no xadrez...

Francisco disse...

Concordo inteiramente com o Pedro Reis. O principal responsável é o presidente: Não foi ele, aliás, quem disse que a contratatação do Adriaanse era de sua inteira responsabilidade? Parece que não tem olhos na cara. Está à espera de levar 5-0?

Olho Vivo disse...

Atenção aos comentários dos jornalistas da TSF. Aliás, são muito poucos aqueles em que eu confio. O Costa Pereira, ou lá quem ele é, em vez de ficar calado e limitar-se a comentar o jogo, decidiu mandar mais umas farpas e achas para a fogueira. O objectivo desta malta (jornalistas) é a de criar a discórdia entre nós, cuja verdadeira força sempre residiu no conjunto (todos incluídos) e cujo expoente máximo se manifestou nas épocas de 2003 e 2004.

Que me lembre, nos jogos dos lampiões os jornalistas não costumam referir que devem MILHÕES ao fisco e que foram aceites umas acções fantasma para calar os contribuintes. É claro que os benfas ficaram contentes, mas a malta dos outros clubes - que não é burra nem anda a dormir - não ficaram nada satisfeitos. Também não percebo como se podem dar ao luxo de comprar jogadores como o têm feito e continuam sem constituir a SAD. Tal como o presidente do nosso clube diz, ninguém lhes move um "apito dourado". Serão resquícios do tempo do Salazar??

Quanto à tão afamada discussão no balneário, não me acredito em nada disso. E se houve, o treinador só fez bem em mostrar quem manda ali. O Vítor não tem de mostrar nada do seu valor e o treinador sabe-o melhor que nós. A ÚNICA coisa que critico neste treinador é ele não ter jeito e pelos vistos perfil para treinar uma equipa que em 2003 e 2004 chegou a estar no top 5 das equipas a nível mundial (apesar de pertencer a este país de segunda) e só não chegou a nº1, porque o nosso campeonato é de 2ª categoria. É essa a minha crítica e mantenho-a até conseguir vislumbrar uma mudança de várias atitudes neste treinador (o que duvido, pois "burro velho não toma andadura").

Quanto ao resto é mantermo-nos unidos, pois tem sido sempre desta forma que a lampiolândia tem ganho campeonatos: criando discórdias, comprando árbitros, etc, etc. Recordo por exemplo o caso do Geraldão. Há tantos outros, que enfim...

Como dizem amigos meus benfiquistas e sportinguistas, "não se deve atirar pedras quendo temos telhados de vidro". Pois o ditado vale para todos, porque nenhum está isento. Só que o historial nessa matéria em relação ao Benfica é bem mais rico e já vem desde o tempo do Salazar e a sua equipa do regime.

Francisco disse...

Começo por afirmar que não suporto o José Veiga que considero um indivíduo sem escrúpulos, sem lisura e sem princípios. Do piorio. Mas numa coisa tenho que concordar com ele. Como é que a SAD do Porto e o seu presidente conseguiram malbaratar 60 milhões de euros sem quaisquer resultados?!
A época passada foi confrangedora. A actual vai pelo mesmo caminho e o Sr. Presidente a esgrimir com moinhos de vento para iludir os sócios!!! Este não é o PdC doutros tempos, digam o que disserem. Asneiras sobre asneiras e o treinador, valha-nos Deus! Nem sei se como adjunto serviria. Convido os leitores a lerem o artigo do Bruno Prata "Pecados de Adriaanse" no 'Público' de hoje,3ª feira e digam se ele não tem razão.