segunda-feira, 9 de janeiro de 2006

Ano novo, vida... velha?

Apesar dos "desvarios" técnicos e direccionais, o nosso FC Porto conseguiu terminar a 1ª volta na frente e com 6 pontos de avanço sobre os mais directos perseguidores.

Pelo menos, por isto, estamos todos de parabéns... Agora, é preciso nos próximos 17 jogos manter e consolidar esta vantagem!

Quanto ao jogo de hoje, a primeira parte, enquanto houve pernas, foi boa, do melhor que o FC Porto produziu nos últimos meses. Mas depois do intervalo notou-se claramente o efeito dos 10+1 dias de férias e folga que foram dados aos jogadores, perdendo claramente a posse de bola para os trauliteiros da avenida, que com a complacencia do "palhaço" de serviço de amarelo continuavam com 11 kick-boxers em campo, levando claramente a melhor no capítulo fisico em toda a segunda parte.

De resto, e para reconhecimento/gáudio d'O Dragão, após a substituição do César Peixoto pelo Marek Cech, o FC Porto conseguiu, pelo menos, suster as investidas do Manuel José - o que confirma a minha teoria que quando não há um extremo de qualidade dos adversários o César é uma boa solução, mas quando isso acontece a melhor opção é claramente o Cech.

Por último, o nosso enorme Vitor Baia. 90 minutos em campo, 3 minutos de intervenções, 2 defesas de altíssimo grau de dificuldade, garantindo o resultado final! Se este não é o melhor guarda-redes de Portugal, um dos melhores da Europa e do Mundo, não sei quem será... Só sei que não é o Quim (relegado para o banco pelo Moretto!) nem o Sr. Frango da Guia!

6 comentários:

dragaovenenoso disse...

Ontem assisti mais uma vez a uma pecha terrível neste FCPorto 05/06. Até posso acreditar no argumento do treinador de que "a equipa é jovem". Mas estar a ganhar por 1-0, aos 90' e atirar a bola para a frente, como lançamentos longos, onde não temos um ponta-de-lança alto, e a probabilidade de ganhar a bola é menos de 5%, são ensinamentos do treinador, tenham lá paciência. Se a equipa está a ganhar não pode perder a bola desta forma tão infantil. Os trauliteiros não avançavam no terreno, a bola ficava cá atrás até eles a virem procurar. Não percebo. Vejo a versão AZ-Alkmaar o que me preocupa.

Também vi uma entrada do João F.P. Pinto, AO TRONCO do Diego, na jogada que antecedeu o golo do FCPorto. A entrada merecia pelo menos cartão amarelo. O Diego fez um jogão na primeira parte, mas está muito desprotegido, alé, de lhe faltar alguma maturidade. O Paulo Assunção fez um grande jogo (mais uma vez), mas é quase o único a recuperar bolas. Os centros para a nossa baliza são invariavelmente rechaçados para o centro do campo - que eu saiba, é dos cortes mais perigosos, devido aos remates de ressalto. E mais coisas. Penalties virtuais, enfim.

Estou contente com a posição actual do nosso Porto na tabela, mas tenho dúvidas quanto ao rendimento da equipa contra equipas mais experientes. E estamos super-dependentes do Quaresma. Se ele se magoar - às marcações que ele tem vindo a sofrer não se admirem - quero ver.

Finalmente, lamento a lesão do César Peixoto, pois apesar de se gostar ou não dele, é jogador da nossa equipa.

Prof. disse...

«Mas depois do intervalo notou-se claramente o efeito dos 10+1 dias de férias e folga que foram dados aos jogadores»

Notaram-se?? Então o domínio e velocidade imprimida nos últimos 15 minutos de jogo foram o quê??

A análise simplista é sempre fácil de fazer... culpas para os dias de férias que o técnico (esse incompetente) deu aos atletas.

A realidade é que houve jogadores que entraram mal na 2ª parte, mas que se tivesse visto, não foi por motivos físicos...

Aníbal Letra disse...

2ª Parte: Diego e Quaresma desapareceram! Eis a razão do afundanço. Como é que podem dizer que Assunção fez um jogão se falhou quase todos os passes que fez?

joão vazas disse...

Calma pessoal. Os tais dias de férias podiam ser decisivos ontem, mas a prova de fogo já foi ultrapassada. a partir de agora, somos nós quem está em vantagem e até ao fim do campeonato.
Lucho, decididamente precisava das férias e nota-se que está cada vez mais em jogo

Anónimo disse...

Bom Jogo na 1ª parte.
Na 2ª, o "cavalo de Troia" deu outra luta, talvez porque o excesso de férias dos nossos jogadores provocou a falta de pernas, e o caldo ia azedando.
Bem, ganhou-se e isso é quanto basta.
Repararam nos avantes de hoje?
Vai ser assim até que a lampionagem esteja suficientemente longe, que deixe de ter hipóteses.
Tenho pena que o Sporting já esteja tão longe nesta altura. Sobretudo, quando a ida ao outro lado da 2ª Circular está tão perto. É que dava jeito que lá fossem buscar pelo menos um pontinho.
Saudações Portistas
Dragão Maronês

Apre disse...

São 6 pontos mas jogaram em casa com ambos os rivais. E os morcões jogaram foram os dois.