domingo, 18 de março de 2007

Sempre a mesma m***a!

Auto-censuro-me! A sério, não expresso aquilo que me vai na alma.

Lembra lá a alguém meter o Alan de inicio? Lembra, ao Jesualdo!
Lembra lá a alguém trocar Adriano por Bruno Morais? Lembra, ao Jesualdo!
Lembra lá a alguém deixar o Bosingwa de fora e dar liberdade ao Nani? Lembra, ao Jesualdo!

Este lembra-se de cada uma que até me faz lembrar o outro, o do ano passado, lembram-se? Fomos campeões mas o melhor q fizemos contra os mouros foi um reles empate com os lagartos e perdemos com os lampiões duas vezes! [NOTA - De facto é verdade, ganhamos contra os lagartos em Alvalade, mas às vezes esta memória já não funciona como queria, especialmente quando se está na ressaca de uma derrota - e sim, disparo em todos os sentidos nestas alturas, tenho mau perder, fui mal habituado pelo mágico FC Porto a ganhar muito e a ganhar sempre e no meu dicionário não há palavras como "derrota porque os outros foram melhores" porque´me habituei a ser sempre melhor do que os outros, pelo menos internamente e às vezes, externamente! Em todo o caso, na chamada Taça BES que é um campeonato a 3, FC Porto, lagartos e lampiões, o ano passado ficamos em último, o que diz tudo da nossa época contra os mouros... E quanto aos lampiões que cá vêm ler o blog, deixá-los vir, pode ser que lendo o que aqui se escreve aprendam algo e se cultivem mais um pouco futebolisticamente, até porque já o meu avô dizia que vozes de burro não chegam aos céus! Deixá-los ladrar e continuemos a passar com a caravana...]

Ao contrário do que o Azulão diz, os administradores sabe-se se estão vivos ou não. É só ler o 24 Horas ou o Correio da Manha e encontramos sempre lá uma noticia sobre eles na parte dedicada aos crimes cometidos por figiras públicas, isto é, na primeira página.

Já os jogadores demonstraram ontem cabalmente a teoria do Francisco sobre a falta de pernas. Em particular, o meio campo. O trio Assunção-Meireles-Lucho não conseguiu acompanhar o ritmo endiabrado dos lagartos-putos. E davam espaço. E quanto mais espaço davam, menos bola nós tinhamos, menos oportunidades criavamos, mais perigo rondava a baliza do Helton.

Agora, nova paragem do campeonato - sugestão: e que tal dar umas férias aos jogadores, eles andam tãããão cansaditos, coitados...

Depois, o desafio que pode ajudar a decidir o campeonato. E se até ontem à tarde um empate poderia ser bastante, agora só a vitória interessa.

Prof., tem duas semanas para fazer a equipa voltar a funcionar, com indices fisicos aceitáveis e moralizados e preparados para um grande confronto, daqueles que os jogadores à FCP gostam (se ele não souber como é isso, pergunte ao Baia, ao Pedro Emanuel, ao João Pinto ou ao Rui Barros, eles explicam-lhe...) e ganhar, cilindrar, mostrar total superioridade no campo das velas! É o minimo que se impõe para repor prestigio e credibilidade - não, não é a si que já é velho demais para conquistar uma coisa que nunca teve - mas para o clube!

E no final da época, independentemente dos seus resultados, admita que o mágico FC Porto é uma coisa grande demais para si e vá-se embora, tenha a hombridade que teve o Quinito em reconhecer que não tem bagagem para um clube desta dimensão - pois se nem para os lampiões serviu, vai lá servir aqui? E já agora, se puder levar uns dirigentes que me estou a lembrar na bagagem, ficarei muito agradecido!

3 comentários:

Zé Luís disse...

Pavão, com o Co Adriaanse o FC Porto foi campeão em Alvalade. E eliminou o Sporting da Taça acabando a erguer o caneco.
A azia é tanta quanta a asneira que se debita. Desculpável, mas depois aturas os azuisavermelhados e é bem feita.
Olha, eles em 1º lugar, a tremer, só com os árbitros a favor nunca (os adeptos) desconfiavam da equipa, do Veiga e do Vieira que são uns líderes. Tu dás os tiros em toda a tua família. Boa moral...

Dragão Maronês disse...

...E como prémio, vá lá dois diazitos de férias que os rapazes merecem.

Joaquim Varela disse...

E apagam e apagam e apagam... Que criaturas ridículas...