sexta-feira, 4 de novembro de 2005

Nem ele quer, nem nós deixamos

Segundo o jornal "O Jogo" de hoje Diego falou ontem a um jornal do seu Brasil sobre a sua situação no Mágico Porto.
Diego afirmou que não tem "nenhum tipo de problema" com Adriansse e que deixou de ser titular porque houve uma "mudança no sistema de jogo para um 4x2x4" que não contempla um médio-ofensivo.
Depois voltou a revelar que está totalmente concentrado no FC Porto e que voltará a ser titular. Que está a trabalhar nos limites para recuperar o seu lugar.
Diego não sai, nem nós, adeptos o devemos permitir. A sair, que saia o técnico, pois o que está a fazer ao Diego parece perseguição, enquanto que arrastões como o Jorginho, que não fazem um jogo de jeito, continuam titularíssimos.
Se compara-mos o rendimento de ambos nesta Superliga e na Liga dos Campeões, questionamo-nos porque é que homem não joga e vem o Jorginho ocupar o lugar dele.
Se foi pelo mau jogo na Taça, Jorginho já nem merecia estar no plantel. E atenção que não é por não gostar do Jorginho, mas sim pelo fraco ou nulo rendimento do mesmo, que fique bem claro...
Diego é o nosso Mágico e tem de jogar nesta equipa...

4 comentários:

Raul disse...

F.C. Porto
Ibson de regresso aos convocados
O regresso do médio brasileiro Ibson é a principal nota de destaque da lista de convocados do FC Porto, tendo em vista a partida de domingo em Paços de Ferreira. Mas Co Adriaanse voltou a surpreender e deixou, desta feita, Cech e Diego de fora.



ASF
Em relação aos jogadores que viajaram a Milão, onde na terça-feira o FC Porto perdeu ante o Inter por 2-1, o técnico portista deixou de fora Cech, Diego e Ivanildo, surpreendendo principalmente no que diz respeito ao defesa-esquerdo checo, que tem vindo a ser titular.

Eis a lista de convocados:

Guarda-redes: Vítor Baía e Paulo Ribeiro;

Defesas: Bosingwa, Bruno Alves, Pedro Emanuel, Pepe e Ricardo Costa;

Médios: Ibson, Raul Meireles, Lucho Gonzalez, Paulo Assunção e Jorginho;

Avançados: Alan, César Peixoto, Quaresma, Lisandro Lopez, Hugo Almeida e McCarthy.


Que Palhaçada

Anónimo disse...

A qualidade de Diego não está em causa mas as últimas exibições dele merecem o banco de suplentes. Jorginho pode não ser nenhum Deco, mas sabe defender e soltar a bola coisa que Diego ainda não aprendeu.
Mais uma vez digo que pedidos de demissão só levarão aos acontecimentos da época passada. O Porto nunca foi campeão quando mudou de treinador a meio da época. E esta ainda nem a meio vai. E não é que vamos à frente do Sporting e Benfica. E já queremos mudar de treinador. Se calhar alguns sócios do Porto já queria ter o campeonato ganho e talvez a Liga dos Campeoes.

Viva O Futebol Clube do Porto

Raul disse...

É verdade, Jorginho solta bem a bola, mas infelizmente só para os adversários.

Nuno disse...

Para o anonymous acima do Raul, vamos um ponto à frente dos lampiões mas com uma derrota com eles e vamos já com 5 de atraso ao Braga (e nem lhes conseguimos ganhar). O que significa que já estamos numa situação muito delicada... Sem contar que em 4 jogos da Liga dos Campeões temos 3 derrotas e apenas 1 vitória, o que põe em causa até a continuídade na Taça Uefa...
Para além disso, as últimas exibições de inicio do Diego antes do castigo do banco e bancada (e não incluíndo a Taça, portanto) foram de melhor em campo e substituído sempre pelo Hugo Almeida enquanto os pastelões do Mac e Jorginho se arrastam em campo quase desde o 1º jogo da época... O Jorginho pode não ser e NUNCA será um Deco, até pela idade que tem (a caminho dos 30...) nem para lá caminhou alguma vez pois Deco só há um, é o do Barcelona e mais nenhum... Mas se há alguém em Portugal (e no mundo?) que se possa aparentar com ele, só se for o Diego! Ainda não defende? E o Quaresma no principio da época, defendia? E hoje, não defende? E o prórpio Deco quando chegou do Salgueiros, defendia? E quando o Mourinho chegou ao FC Porto, defendia? Na vida, quando somos inteligentes e temos capacidade de adaptação, tudo se aprende... E o Jorginho, que até acho um bom jogador, neste momento nem nos convocados tem lugar tão má é forma técnica e física que aparenta!
Quanto ao treinador, realmente até tens alguma razão... O problema não é dele, é de quem o contratou a ele, ao Couceiro, ao Fernandez, ao Del Neri, ao Octávio, ao Fernando Santos, tudo embustes e maus treinadores que nunca deram nada noutros clubes depois - e muitos antes também...