terça-feira, 29 de novembro de 2005

Filme do jogo Gil Vicente 0 x FC Porto 1

Depois da minha previsão pré-jogo, desta vez não sou eu que falo sobre o encontro, deixo o serviço para O Jogo...

Num jogo fraco e or isso desprovido de interesse, o FC Porto ganhou ao Gil Vicente em Barcelos com um golo de Lucho aos 30 segundos. O Gil Vicente ainda teve um relativamente bom período após o golo, mas na segunda parte, apesar de Ulisses Morais ter feito entrar homens com características mais ofensivas, poucas oportunidades criou para chegar ao empate.

FICHA DO JOGO: Gil Vicente 0-1 FC Porto (final) (Lucho 1').

Equipas oficiais

GIL VICENTE: Jorge Baptista; Edson, Marcos António, Gregory e João Pedro; Bruno Tiago; Carlitos, Braima, Williams e Nandinho; Carlos Carneiro.
FC PORTO: Vítor Baía; Bosingwa, Pepe, Pedro Emanuel e César Peixoto; Paulo Assunção; Ibson e Lucho; Jorginho, Lisandro e Quaresma.
Árbitro: António Costa (Setúbal).

FILME DO JOGO
1' - Começou a partida. Saiu o FC Porto.
1' - GOLO DO FC PORTO. Aos 30 segundos o FC Porto inaugurou o marcador. Cruzamento de Quaresma do lado esquerdo e cabeceamento de Lucho para o golo inaugural do encontro.
15' - O terreno está em mau estado, com algumas zonas em que a bola não circula. Por isso, as equipas não têm conseguido criar oportunidades, com excepção da do primeiro minuto que rendeu o golo ao FC Porto.
19' - Excelente jogada de ataque do FC Porto, com Lisandro a conseguir um espaço e a ladear o Jorge Baptista, mas depois devido às condições do relvado não conseguiu dominar a bola e o lance perdeu-se.
29' - Carlitos ganha a linha do lado direito, mas cruza atrasado, com Carlos Carneiro já à frente da linha da bola e impossibilitado de dar sequência ao ataque gilista.
30' - O Gil Vicente equilibrou o jogo, mas continuam em ser aparecer chances de golo.
31' - Remate de longe de Marcos António, por alto.
35' - Continua a chover bastante no Estádio Cidade de Barcelos, o que dificulta ainda mais as acções dos jogadores.
38' - Carlitos dribla César Peixoto dentro da área e o defesa portista deixa dicar o pé. Penálti que António Costa deixa passar em claro.
40' - Nesta altura é o Gil Vicente quem domina. O FC Porto está a passar por dificuldades.
43' - Remate de Lisandro, sobre a direita, mas por cima da baliza de Jorge Baptista.
45' - António Costa manda jogar mais um minuto.
45+1' - Final da primeira parte.
46' - Recomeçou o encontro. Substituição no FC Porto. Saiu Ibson e entrou Diego.
50' - Com a entrada de Diego o FC Porto ganhou mais força ofensiva, dominando agora o jogo, ainda que sem resultados práticos.
60' - O FC Porto continua a controlar o encontro. O Gil Vicente perdeu o fulgor da parte final do tempo inicial.
62' - Dupla substituição no Gil Vicente. Saem Braima e Edson e entram Robélio e Leandro Neto.
66' - Cartão amarelo para Paulo Assunção, por entrada dura sobre Carlos Carneiro.
67' - Remate de Carlitos por cima da baliza de Vítor Baía.
68' - Grande oportunidade para o FC Porto. Quaresma isola-se e remata, mas Jorge Baptista consegue defender para a frente, surgindo Lucho a fazer a recarga, mas a bola prendeu no terreno e o guardião gilista agarrou sem dificuldade.
75' - O Gil Vicente tenta atacar, mas o seu ataque não tem notoriamente profundidade. O FC Porto continua a controlar o jogo, embora tenha recuado e jogue em contra-ataque.
80' - O jogo caminha para o fim sem grandes motivos de interesse.
81' - Remate de Lucho para defesa de Jorge Baptista para canto.
83' - Substituição no FC Porto. Saiu Jorginho e entrou Alan. Por seu turno, o Gil Vicente esgotou as substituições, saindo Nandinho e entrando Luís Coentrão.
86' - Após a marcação de um canto contra o FC Porto, Lisandro salvou de cabeça, sobre a linha de golo, o empate.
87' - Última substituição no encontro. Saiu Lisandro e entrou Hugo Almeida.
88' - Cartão amarelo para César Peixoto, por desentendimento com Carlitos.
89' - Confusão na área portista e Gregory a cabecear por cima da baliza de Vítor Baía. O guardião portista teve de receber assistência.
90' - António Costa manda jogar mais quatro minutos.
90+2' - Cartão amarelo para Williams, por pontapear a bola já com o jogo interrompido.
90+5' - Final da partida.

6 comentários:

Anónimo disse...

http://www.record.pt/noticia.asp?id=690027&idCanal=6



Penalti nitido por marcar a favor do FCP

Anónimo disse...

Olha a saída de râguebi...

bjm disse...

Ganhámos, é o que interessa. Depois da forma como o clube da luz venceu o campeonato da época passada, por mim até podemos ganhar sempre com golos em fora-de-jogo, marcados com a mão, no 15º minuto de descontos e depois de o árbitro nos ter perdoado 4 penaltys..

rogério disse...

O que me admira é que qualquer meco (Ulisses Morais, Vingada ou Mota), hoje em dia, venha sempre a dizer que perderam com o FCPorto por causa disto ou daquilo que não o seu próprio jogo e patatati patatá...
E vejo depois a lata dos do benfas andarem sempre a reclamar que são roubados, quando afinal, na contabilidade final, são os que mais (em todo o campeonato!) beneficiam dos erros de arbitragem (chamar-lhe erros...).
Cheira-me a cozinhado. Ainda vai só no esturgido, mas é esperar para ver.

dragaovenenoso disse...

A saída de raguebi saiu pela primeira vez em quantos jogos ?! espera aí... deixa ver...18 jogos...não está mal, não senhor. Além da 1ª parte (que não pude ver) e que na rádio disseram que o Porto não esteve mal, a 2ª parte foi uma miséria. Vale os 3 pontos. Mas as decisões do jovem continuam brilhantes: Jorginho, jogador de tracto fino a jogar em piso empapado (nem na relva do Dragão joga direito!). Põe o Diego não sei para quê. Com aquele terreno empapado põe um jogador que gosta de jogar com a bola junto aos pés ? Hugo Almeida entra a 3 minutos dos fim; mais uma decisão brilhante... um jogador com a capacidade atlética dele fica no banco quase o jogo todo...não leva um jogador de meio campo possante...

Se o mister gosta tanto do César Peixoto e ele tem marcado golos, porque não tira o coxo do Jorginho, põe o Cech a defesa esquerdo e o Cpeixoto do lado esquerdo, com o Quaresma do lado direito. É que apesar de tudo, o César Peixoto marca golos, coisa que o Jorginho ainda não fez...

Há coisas difíceis de entender...uma delas é este treinador. Adepto sofre...

Anónimo disse...

Volto ao Robson... nunca ninguém se queixou das saídas dele.