terça-feira, 8 de novembro de 2005

Eu vi logo que era para os lampiões comprarem o jornal

Depois de ter visto esta 1.ª página até me assustei,

mas logo depois vi a explicação, que é esta e não interessa meter em letras grandes...
"Não sou portista desde pequenino. Como o meu pai era" lampião "eu também fui, até conhecer o FC Porto. Só passei a ser portista quando tive consciência de que podia decidir por mim»
Ora bem, Vitor Baía passou a ser portista no regime democrático, porque no de ditadura, não podia...
E mais, o Vitor revela que os lampiões o tentaram contratar e - através do empresário Manuel Barbosa, que falou com o pai do guarda-redes - terá havido mesmo a oferta de um tentador sinal de 50 mil contos.
O que recebeu de Vítor Baía a resposta "Em Portugal, só no FC Porto".
Agora os lampiões bem podem dizer mal dele, mas o que é certo é que andaram lá a cheirar...

4 comentários:

bjm disse...

Alguém já imaginou a quantidade de 1as páginas em que o Vítor Baía teria aparecido caso tivesse ido para o Benfica? Somem as do Simão Sabrosa + Mantorras + João Pinto + Nuno Assis + Pauleta + Dias da Cunha, multipliquem por 1000, adicionem 27 (o número de taças conquistadas pelo guarda-redes do Porto) e ficam com um número aproximado.

Alvaro disse...

Começo a pensar que esta imprensa de merda é pior do que a que existia no tempo da outra senhora, só que antigamente éra a PIDE que mandava e agora é a Máfia da segunda circular!

Vitor Baia disse...

Se Baia estivesse este tempo todo no SLB podia contar os titulos,seriam tantos como os dedos de uma mao.
Escolheu FCP e agora é o jogador com mais titulos do mundo.
O baia dispensa apresentaçoes.

Anónimo disse...

Porto é merda ate morrer, nem eu nem nenhum benfiquista queriamos esse frangalhao. So pa dizer a voces tripeiro e ignorantes que o jornal da record e um apoiante dos lagartos!