quinta-feira, 7 de setembro de 2006

ALGUNS PENSAMENTOS

Depois de um período de férias e depois de serenada a confusão laboral que se lhe seguiu, não podia deixar de, penitenciando-me pela demora, deixar algumas notas sobre a actualidade do futebol luso.
Sem qualquer ordem cronológica, começo por falar do "apito dourado". Tal como todos nós sabemos, no início do processo, os multi-orgasmos sucediam-se ao mesmo ritmo alucinante em que as primeiras páginas e os longos minutos de reportagem televisiva se sucediam. Já se especulava, em êxtase, sobre a longuíssima pena de prisão com degredo e trabalhos forçados a que Pinto da Costa seria sujeito. Ponderava-se a possibilidade de descida de divisão do Porto, quiçá até a sua extinção.
Após um período longo que em sexologia se designa por período refractário, (período de acalmia pós orgasmo), eis que chega a impotência - Pinto da Costa ilibado de todos os processos. Tal facto merece apenas breves comentários noticiosos.
Porém, como hoje existe a milagrosa pílula azul (tinha que ser azul), depressa a impotência se torna em nova e potente excitação. Os mesmos factos que originaram a impotência - o arquivamento - servem agora para concluir, sem necessidade de mais investigações, nem perdas de tempo com essa coisa escusada chamada julgamento com contraditório, que o benfas e agora a lagartagem foram prejudicados nos anos em que ficaram dezenas de pontos atrás do campeão da Uefa e da Europa. Sim, é a comunicação social portuguesa no seu melhor. Repare-se - os factos em causa são peneirados pelo Tribunal, que arquiva os processos. Esses mesmos factos, todavia, permitem concluir que há uma mega campanha para prejudicar esses clubes recreativos! Se eu fosse má língua, coisa que obviamente não sou, diria que as "notícias" que dão conta que o benfas foi prejudicado com os trauliteiros da avenida, apenas servem para condicionar o jogo da próxima jornada, no qual, coincidência das coincidências, ambos se defrontam. Já no caso da lagartagem - curioso é o destino - as notícias são que Paulo Paraty os prejudicou num qualquer jogo. Paraty esse que vai apitar o próximo jogo ... do Sportem...
De tudo isto se conclui que a comunicação social está em grande forma neste início de época. E por falar em forma, o Team Escarrolari continua em grande e vai no quinto jogo consecutivo sem ganhar. Após o jogo com a Dinamarca - jogo marcado pelo lançamento de uma nova campanha publicitária:"Pelo preço de uma, leve três coxinhas de frango" - o Abominável Homem Gaúcho referiu que se tratara de um bom treino. Com a potência finlandesa, objectivo plenamente conseguido. O empate era bom à partida e foi conseguido. Assim vai e Equipa de Todos Eles.
Já relativamente ao impagável Fiúza e ao craque Mateus, discordo do Dragão. As críticas à Fifa corroboro-as todas, mas de facto o futebol é uma ordem jurídica autónoma. E tem que ser. Não se pode esperar anos que um Tribunal decida um caso destes. O que se faz entretanto? Não se joga? E se se joga e o Gil Vicente ganha o processo 4 anos depois? Anula-se 4 campeonatos? E depois, caro Dragão, se os Clubes forem livres de pleitear nos Tribunais comuns, então esse direito será, ou terá que ser pleno. Ou seja, terão também o direito de aí discutir tanto o caso Mateus como o cartão vermelho. Tal qual eu posso discutir se uma pessoa me deve um cêntimo ou dez milhões de contos. Por último mas não menos importante, nenhum cidadão pediu para nascer e muito menos no seu País. No entanto, sem essa escolha, tem que cumprir as Leis que lhe impõem. O mesmo não sucede no Desporto. Quem entra nessa ordem jurídica, fá-lo de livre vontade e escolhe as suas próprias leis. A sua obrigação é cumpri-las.
Isto não invalida que ache o comportamento do Belenenses miserável. Legal, mas obsceno. Constrói o que seria uma super equipa, que o Carvalhal e o Couceiro enterraram. Marimbam-se como qualquer outro clube para o recurso do GIl Vicente para os Tribunais. Descem de divisão, curiosamente perdendo com o Gil, e um qualquer espertalhaço lança o caos no futebol. Se é assim que querem ficar na 1ª divisão, rogo-lhes desde já uma praga. Eu até tenho uma simpatia pelo CLube da Cruz de Cristo. Mas enquanto esta direcção lá estiver, haviam de chegar aos regionais, com calabotagens nos jogos todos!

5 comentários:

Helio "chuteira encarnada"Santos disse...

Bons Pensamentos amigo!
convém não esquecer que esta algazarra serve para esconder o corrupto campeonato de Portugal e dos Algarves com penaltys Karadas à mistura de 2004/05 Ganho Pelo Clube mais corrupto de todos os tempos(calabotes,roubos de jogadores,controlos federativos,carlos valentes,Rolas,devesas netos,luzcilios,brunos paixão,dopings escondidos,etc etc etc etc ) Sporra Lixo e Malfica,encomendado pela Super Star do Jornal "A Bota" Kadafi dos pneus conhecido ladrão de camiões e +pneus da zona do vale do tejo, vulgarmente conhecido por Orelhas Humm que vendeu e comprou o miserável Esmantorras e arrecadou 5 milhões!!!!Ai vais dentro vais!! hunm!! hum! hum!!

Pentadragão disse...

Olha, olha... mais uma invasão a um jornal e choradinho nas TV´s:

Escutas telefónicas incluídas no processo principal do Apito Dourado revelam negociações entre Valentim Loureiro e Luís Filipe Vieira para a escolha do árbitro que iria dirigir a semifinal da Taça de Portugal da época de 2003/2004, entre o Benfica e Belenenses. Para saber mais, ler a edição de hoje do PÚBLICO.

Vieira dá conta a Valentim do seu desagrado pelo facto de o árbitro que tinha sido indicado para o jogo ter sido substituído. Valentim propõe-lhe nomes alternativos.

Por quatro vezes, Vieira recusou, usando argumentos como “não me dá garantias” ou “isso é tudo Porto”.

À quinta sugestão, finalmente acedeu. O árbitro que acabou por ser nomeado, João Ferreira, dirige amanhã a estreia do Benfica na Liga, num jogo com o Boavista.

http://rascordonline.planetaclix.pt

Captain Bock disse...

Pois, nada de admirar. Acho mesmo que a noticia apareceu para ver se o orelhas se cala.

http://captbock.blogspot.com

lucho disse...

Gostaria que comentassem o artigo do meu blog sobre a virgem imaculada que tb foi apanhada no apito avermelhado...

O Dragao disse...

Caro amigo Pavão.
O que defendo no recurso aos tribunais e que não sei se aconteceu, porque não conheço profundamente o processo em si (e que nestes casos sabemos muito bem que é essencial), é a possibilidade de qualquer clube por em causa a legalidade de uma norma ou regulamento que contrarie as Leis Fundamentais.
Pensa comigo: Não poderia qualquer clube por em causa a legalidade do Regulamento que não permite que um amador se torne profissional a meio da época? É que para adquirires a qualidade de profissional basta a realização de um contrato de trabalho desportivo profissional. É aí que adquires a (chamemo-lhes assim) carteira profissional de futebolista. Os regulamentos só permitem que se torne profissional assinando no início da época.
Não achas que se poderá recorrer aos Tribunais civis para o efeito?
E por isso é que disse que se tratava de um caso não unicamente de índole desportiva.
E a FIFA tenta restringir ao máximo esta ida aos Tribunais, porque sabe que muito do seu poderio, por causa das suas regras ditatoriais, cairiam por terra.
Atenção que nunca disse que o GV tinha razão ou deixava de ter, até porque não conheço o processo.
Entendo é que se trata de uma caso de foro laboral (como tantos outros que estão em Tribunal com jogadores de futebol) e que o se foi o Mateus a recorrer a ele (para evitar sanções ao clube ou outra coisa que tal), mas foi o Mateus para todos os efeitos (a prova em contrário tem de ser feita pela FIFA e pelas Instituições do futebol, o GV, se assim for (porque não conheço o processo em si) não teria nada que ser punido...
E continuo na minha.
Quanto ao cêntimo e ao milhão de euros, discordo de ti, porque hoje já existe distinção entre competência dos tribunais comuns e desportivos na Lei de bases.
E depois quando temos juízes nessas supostas instancias jurisdicionais desportivas que julgam dizendo "ou com o braço, ou coma a mão ou com o cotovelo" eu fico simplesmente pasmado ao que os clubes estão entregues...
Mas enfim, é a tua opinião e tal foi foi apresentada respeito-a, mas não concordo.
E olha que por mim tanto se me dá como se me deu quem quer que esteja na 1.ª. Até tenho mais simpatia pelo Belenenses, mas é-me igual.
Agora que gostava que o Gil Vicente fosse até ao fim só para ver se os prepotentes da FIFA levavam uma lição, isso não me importava...