segunda-feira, 11 de dezembro de 2006

NA CHOUPANA...

Na Choupana, depois de 95 minutos jogados, depois de dois penaltis que nos foram sonegados, depois de trinta e uma faltas do Nacional ( não eram os trauliteiros do Bessa, não senhor, apesar de parecerem!) , depois da expulsão do Ávalos ter sido perdoada (só? e o Patacas?), depois de uma bola ao poste e, sobretudo, depois da muita virilidade nacionalista (normalmente chama-se-lhe outra coisa!!!), conseguimos ganhar!
Outra vez a classe do ciganito a dar show de bola. Duas belas assistências, sim senhor. Hoje não gostei do Lucho. Mas marcou um golão, para grande azia dos "brumelhos lampiões" e dos lagartos, que já esfregavam as mãos de contentes. Paciência, rapazes, mas o Porto é assim. Foi preciso vir parao nosso clube para o Jesualdo conseguir ganhar na Madeira! Contra factos não há argumentos!!!
Uma pergunta indiscreta: o Paulo Costa também vai comer ao "Sapo"? Pelo menos parecia.
E concordo com o treinador quando diz que é nestes jogos que se ganham e se perdem campeonatos.

2 comentários:

O Primo Fernando disse...

por falar em sapo para quando uma operação sapo dourado?
PS O Barbas ainda não passou da pág 5 dos 12 livros da Caralhinha Salgado tá-se a masturbar com os peidos do PdC. BBRRRRRRRRRRRRRRRROO^^^^OOO

dragaovenenoso disse...

Eu também concordo com tudo o que está escrito neste post. A diferença entre o Jesualdo e o Mourinho é que o Mourinho dizia logo que tinha vencido o campeonato, enquanto que o Jesualdo é mais comedido. Mas é nestes jogos que se ganha os campeonatos.