terça-feira, 19 de dezembro de 2006

3 razões de satisfação

1 - Os 4-0 com que despachamos o Paços de Ferreira e, acima de tudo, o poder que a equipa demonstrou controlando o ritmo, velocidade e o adversário durante todo o jogo. Muito importante também foi o que o Dragão já referiu e que comentei durante o jogo no Estádio (sim, cheguei de Angola ainda a tempo de ver o nosso mágico FC Porto encerrar o ano em casa e em beleza) que é o facto de já sermos uma equipa novamente e não a manta de retalhos holandesa do ano passado. Quaresma continua a ser fundamental, sim, como o Lucho, o Pepe e agora o Anderson. Mas este ano, quando alguma das individualidades falha - por lesão, castigo ou desinspiração - a verdade é que há uma equipa com um colectivo forte e jogadas ensaiadas, jogadas de bola corrida e também de bola parada - que podem e têm resolvido jogos. Agora sei que durante a semana eles treinam alguma coisa. O ano passado punha isso em dúvida constantemente! Os parabén vão, é claro, para o treinador que de facto cumpriu o que prometeu e agora os cantos e livres são mesmo lances de perigo. Continuo a não me entusiasmar com ele, mas pelo menos cumpre os requisitos mínimos de treinador, sabe como supunha os principios básicos da profissão...

2 - O re-ajuste do plantel. Tarik e Ezequias vão sair com toda a certeza. Alan provavelmente também. O Ricardo Costa e o Adriano dificilmente acabarão a época aqui. Apesar de tudo, tenho pena destes dois últimos que me parecem melhores que alguns que vão ficar, nomeadamente o Bruno Alves e o Sokota. Mas com a utilização que têm tido, talvez essa seja a melhor opção.
Entradas confirmadas, para já, só a do Sokota que não foi inscrito em Julho. Veremos se não se vai lesionar a comer o bacalhau no Natal ou as passas no fim-de-ano... Hoje os jornais quase confirmam em absoluto a entrada de LUCAS MAREQUE, lateral esquerdo do River Plate da Argentina, com 23 anos e alguma experiencia, bem cotado no país das pampas. Parece-me uma boa opção, não o conheço nem o vi jogar, mas o mercado argentino tem sido bom filão nos últimos tempos e a escola dos lateriais é boa. De resto, qualquer coisa será melhor que o Ezequias...
Parece-me que a saida dos dois extremos Alan e Tarik significa que o Vieirinha será a alternativa como ainda no Domingo demonstrou com alguns pormenores muito interessantes: bons centros, alguns passes para desmarcações bem medidos, velocidade, boa finta, coragem de jogar o 1 contra 1. Continuo a achar que falta um central de qualidade e um ponta de lança daqueles mesmo mesmo mas mesmo ponta de lança...

3 - A vantagem pontual sobre os concorrentes na Liga e a passagem aos oitavos de final da Liga dos Campeões. Porque dá confiança, é bom terminar o ano em primeiro. Porque começa a repor o prestigio europeu algo abalado por duas épocas muito fracas. Porque candeia que vai à frente ilumina duas vezes...

Algo mais confiante no futuro próximo e triste por não poder ver o FC Porto x Chelsea no Dragão, desejo a todos os leitores um santo Natal e um bom ano de 2007, recheado de vitórias pessoais e clubisticas, azuis e brancas, pois está claro!

2 comentários:

Pentadragão disse...

O Tarik e o R. Costa podem ir, que não fazem falta. O R. Costa não tenho pena nenhuma que vá. Para mim não vale um chavo. Nunca valeu. Sempre tive esta opinião. O Tarik-vendedor-de-tapetes nem se fala. Como é possível ir contrata este gajo relegando o Vieirinha para os não convocados??? Está tudo doido. O Sokota também seria bom despachar, está sempre lesionado. Nem vale a pena insistir mais. Nunca deveria ter vindo. O Adriano deveria aguentar. Ainda pode vir a fazer falta...Se o B. Moraes ou o Postiga se lesionam, lá ficamos outra vez mancos na frente.

http://rascordonline.planetaclix.pt

Anónimo disse...

De acordo.
Desejem-me antes um Natal profano para que eu possa comer e beber à vontade.
Santas privações tenho-as o ano inteiro! ;-()