terça-feira, 12 de dezembro de 2006

COITADA DA "DONZELA"

Estava hoje para escrever sobre o assunto e, tendo em vista o nome, a honra e os interesses do nosso clube, apesar de tudo sempre chamuscado com os recentes acontecimentos, apontava para a sugestão de que a melhor saída para o presidente seria, até por uma questão de dignidade, a apresentação do seu pedido de demissão, quando, ao ir ao quiosque comprar os meus jornais, deparo com o artigo de opinião de MSTno Avante "brumelho" que aponta na mesma linha.
Concordo inteiramente com o escritor na sua análise. Também como ele entendo que PdC não pode neste momento «assobiar para o ar» e limitar-se a dizer «falem-me de coisas sérias». Por isso, transcrevo a súmula do artigo em questão , com o qual, repito, estou inteiramente de acordo: «Sei muito bem o que o FCPorto e, por acréscimo, todos os portistas devem a Pinto da Costa. Sinto por ele gratidão e consideraração pessoal. Mas entendo que o asqueroso episódio da Dona Carolina Salgado é grave, não pode passar sem consequências e não pode ser o FCPorto a pagá-las. No lugar dele, demitia-me.» Aconselho todos os amigos e prezados consócios e simpatizantes do nosso grande clube a lerem e a meditarem com serenidade sobre a justeza do citado artigo.
Não deixo, porém, de referir a campanha de nojento aproveitamento que a comunicação social anda a fazer sobre o assunto. Então agora, coitada da "donzela", com 29 anos com dois filhos e "desempregada", segundo ela, não é que o "maldito" lhe cortou a água e a obriga a ir buscar garrafões do precioso líquido! De «jipe», claro. E o que é mais "enternecedor" é o ar de virgem macerada que apresenta. É de ir às lágrimas!... Coitada da "donzela".

5 comentários:

Pentadragão disse...

Demitir-se??? Isso é o que os mouros querem!!! Não vão na conversa dos mouros, crl. O pedido do MST é por quezílias pessoais q ele tem com o presidente, nomeadamente um artigo que ele escreveu recentemente na revista dos Dragões.

Anónimo disse...

pois esse è o obejectivo da dita cuja e dos que a patrocinam fazer com que sejam os proprios portistas a pedir a demissao do grande PC.numca se esqueçam que estamos num pais de lampioes .neste momento devemos estar com o Pinto da Costa ate porque continua a fazer do FC Porto campeao !!!!!!!!!

dragaovenenoso disse...

Apesar de concordar muitas vezes com o MST, desta vez não corroboro da mesma opinião. Em primeiro lugar porque se assim fosse, bastava que alguém (por cúmulo) difamasse outrém, arranjando tudo o que pudesse, como extractos de textos manuscritos fora de contexto, etc, e por consequência levaria à demissão da pessoa. Em segundo porque o MST não é nenhuma flor que se cheire. É só uma questão de ver a sua coerência ao longo dos anos. Ah, e o MST já anda a dizer que o PdC se deve demitir desde que veio para cá a laranja rota. Muda conforme os tempos... quem escreve em meios de difusão como jornais (mesmo nesse) deve ponderar muito bem, pois nem todos temos a memória curta.

PS: Esse artigo escrito na "bíblia do desporto" (como dizem ser e 95% da papelada só fala de futebol e de tretas que nada têm a ver com futebol de facto) deve ter sido aprovada por unanimidade na altura da edição. Ahahahahah...tristes...

Dragonis disse...

A vida não anda a correr muito bem ao MST nos últimos tempos e as criticas que lhe têm feito na capital do império estão-lhe a causar mossa. A sucessão (nunca demissão) do grande PdC pode e deve ser equacionada e preparada por vários motivos (idade, contas da SAD, inexistência de pavilhão e museu, etc.) mas nunca nestas circunstâncias. A pseudo-humilhação pública que o desvairo com a meretriz lhe provocou já é uma sentença adequada à situação. O resto é dor de corno habitual nos mouros, basta olhar para a classificação actual da liga e para o palmarés nacional e internacional do clube na era PdC.

Anónimo disse...

Neste Natal, boicote a "D.Quixote".