terça-feira, 7 de fevereiro de 2006

VOLTOU A ATACAR

Mais um jogo importante para o Mágico Porto e mais uma vez perdemos pontos por obra e graça do iluminado treinador.
E a mesma capa de um jornal utilizada há uns meses, serviria exactamente para o dia de hoje.
Esta mesma:

E não me venham dizer que estou assim porque eles conseguiram empatar no último minuto, pois tal já se adivinhava, face à inoperância do treinador.
Quem esteve ao meu lado no Dragão, sabe o quanto critiquei a substituição e quantas vezes berrei à besta para ele refrescar o meio campo, pois o Porto estava a ser encostado às cordas por obra do pseudo-treinador.
E não há dúvida que não passa de um treinador de segunda, daqueles que instruem os jogadores para a perda de tempo e que fazem substituições nos descontos para esse mesmo efeito.
Lisandro estava pronto para entrar, quando foi assinalado o penalti e voltou a vestir a camisola de treino de imediato, por instrução do pseudo-treinador.
Esteve mudo e quedo a olhar o jogo, a ver a equipa lá atrás.
Poder-me-ão dizer que o Braga meteu atacantes. Pois, mas será que o Porto tem de se meter à retranca contra o Braga?
Será que o Braga é assim uma equipa tão temível para nos metermos defesas à espera do fim do jogo?
É que já tínhamos dois centrais em campo. Se o pseudo-treinador quisesse meter um defesa, ao menos que metesse Marek Chec, fazendo uma tradicional defesa com dois laterais e dois centrais.
E não lembra ao Diabo tirar o Adriano. Sim, o Adriano que estava a ser dos nossos melhores jogadores.
E depois, quando um treinador transmite à equipa medo, com a entrada de um defesa central, transmite que devem recuar, não refrescando o meio campo com jogadores criativos, quando estava visto que tínhamos perdido essa luta.
Quanto ao Bruno Gatuno Paixão, foi o costume. Um gatuno de primeira.
Esse, analisarei em futuras corridas...

13 comentários:

Anónimo disse...

Até tens alguma razão, mas foi pena não teres posto a capa do jornal de hoje para perceber que afinal o bode espiatório não pode ser sempre o mesmo.

Vocês embirraram com o treinador e parece que já não há nada a fazer.

O que é triste, ainda por cima depois de desancarem sobre o treinador ainda vêm falar do árbitro, esse sim o verdadeiro e principal culpado.

Fosse outro o treinador e a esta hora estariam a elogiar o excelentissimo jogo que o FCPorto fez e que foi traido por um fdp de um lampião de merda. Mas não preferem cair sempre sobre o mesmo.

Tristes adeptos que nós temos. Com amigos assim...

O Dragao disse...

Só fala assim quem nada pode perceber de futebol... Vem este caríssimo anónimo defender o treinador? Pelos vistos viu as capas de hoje, mas esqueceu-se de ler o conteúdo...
Vá lá ver e repare no que dizem da entrada do Bruno ALVES...

Alex disse...

Exactamente anónimo...o ódio ao treinador está de tal forma (não acho q ele seja treinador para o Porto...) que as roubalheiras como a de ontem já apenas são mencionadas em nota de rodapé...

Será q vcs são leitores de um jornal de nojo de marrocos cujo nome não pronunciarei...?

SempreDragao disse...

Não percebo de futebol? Se calhar não. Mas o que sei é que se não fosse o fdp do árbitro o FCPorto tinha ganho com toda a clareza. E a esta hora estaria a elogiar o espectacular jogo do FCPorto, que se devia SÓ aos jogadores, nunca oa treinador.

Mas não, ódio é ódio, aliás na linha do que o SD fizeram. O árbitro já não interessa, vamos alinhar no jogo dos pasquins de Lisboa a armar conflitos internos para desestabilizar mais a nossa equipa pq o que interessa são as guerras com um certo administrador do FCPorto. Isto é verdadeiros adeptos.... do SLB, claro.

Isto é defender o clube?!?!?!
Ganhem juízo. Se gostam do vosso clube apoiem e no final, se correr mal, então aí sim critiquem quem têm que criticar. Já viram que a SAD não vai mudar o treinador.Por agora deixem trabalhar.

Aliás os SD se são tão maus que se foquem nos verdadeiros inimigos, querem ameaçar, querem batar, batam, mas é no cabrão que anda há muito tempo a foder o FCPorto. Partam-lhe a cara. Ou só têm coragem para bater nos nossos para glaudio dos mouros?!?!

SempreDragao disse...

Infelizmente o treinador já está marcado e sendo o elo mais fraco é o alvo ideal para todas as criticas!

Quanto ao único erro ou decisão controversa do Adrianse penso que, apesar de tudo, faz sentido. A opção de fazer entrar o cech para o lado esquerdo e pôr o Perdo Emanuel mais no centro parece boa mas numa altura em que o Braga perdia e faltavam poucos minutos para o término da partida era de prever que fossem bombeadas bolas para a grande àrea portista e assim sendo era muito mais vantajoso ter um defesa central alto como o Bruno Alves para as cortar!

O Bruno Alves pode não jogar há muito tempo mas não treina? Se está em boas condições fisicas e faz parte do plantel não vejo razão para não poder jogar 10 ou 15 minutos. Pode ser uma decisão discutivel mas a meu ver dificilmente criticavel como um grande erro estratégico!

Já quanto ao facto de meter mais um defesa central nem discuto pois parece-me lógico tendo em conta que o Braga passou a ter mais jogadores na sua frente de ataque e era preciso equilibrar a defesa.
Já ouvi criticas por não termos sabido defender e continuarmos a atacar "desenfreadamente", agora é exactamente o oposto... Enfim...

Quanto ao resto, estamos a 5 pontos dos adversários mais próximos e hà duas jornadas atrás estavamos a 4.

Anti-adriaansite aguda é uma doença mais temível que a gripe das aves, realmente. Este foi um dos 2 ou 3 melhores jogos que fizemos esta época! Duas bolas nos postes nos primeiros 5 minutos, etc.

O Dragao disse...

Mas tu vens-me aqui deitar areia para os olhos com o árbitro? Não saberias tu de antemão que o àrbitro nos iria roubar?
O que tu sabes, de certeza, é que mais uma vez o treinador meteu a equipa à defesa e enrolou-se todo, isso sim.
Já sabemos todos os inícios de época que temos de lutar contra tudo e contra todos.
E só me falta que me venhas para aqui dizer que contra o Rio Ave e contra o Naval a culpa foi do árbitro? Essa não...
Ninguém disse que ele devia continuar a atacar desenfreadamente. Já que não consegue interpretar o que eu disse, eu digo-lhe.
Disse que devia ter refrescado o meio campo, para tentar controlar e ao mesmo tempo manter a bola na nossa posse e longe da área. Percebeu agora? Não se trata de Anti-Adriansite aguda, até porque o apoei no início da época.
Agora, depois de ver ao que vem... me desculpem mas não consigo. PORQUE CONTINUA EM SUCESSIVOS ERROS.
Apoiei o MEU PORTO (e não dele) durante todo o jogo de ontem e NO ESTÁDIO...
Nunca deixo de ir ao estádio, se calhar para meu mal. Os meus amigos atê se riem quando digo, no final dos jogos, que não volto lá mais, porque sabem que no seguinte lá estou eu.
Olhe que não sou da cidade do Porto, nem de tão perto como isso.
E o pior é que vejo sucessivas imbecilidades de um treinador que tem tudo para estar já a 10 pontos do segundo...
TEM TUDO...

Onda Verde Ultras disse...

Concordo com o SempreDragao em praticamente tudo o que disse. É pena ver os nossos próprios adeptos manipulados pela imprensa lisboeta. Na semana passada colocaram a culpa do resultado numa táctica que a meu ver em nada está relacionada com o empate. Não seria um 2º central que faria o Porto ganhar esse jogo. Se os avançados não acertam na baliza a culpa não é somente do treinador.

E neste jogo foi a mesma história. Foi dos melhores jogos que o Porto fez esta época, e de longe o melhor em 2006. Não ganhou por falta de sorte na finalização e por uma roubalheira escandalosa, que foi posta em 2º plano pela comunicação social. E os Portistas estranhamente foram na cantiga. Tanto criticaram a táctica 3-4-3 do Adriaanse, para depois, quando ele decide mudar para 4-3-3 lhe caírem todos em cima. Onde está a coerência? Criticam o Bruno Alves, mas se não fosse o árbitro auxiliar fechar os olhos a um nítido fora de jogo não estávamos aqui a crucificar o rapaz.

Neste jogo o culpado do empate foi sem dúvida alguma o sr bruno paixão! Não fosse toda esta contestação ao treinador e ninguém se lembraria de lhe colocar as culpas. A continuar assim, fica até mais fácil sermos prejudicados. E pelos vistos até haverão alguns anti-Adriaanse que agradecerão, só para o poderem criticar no dia seguinte.

O Dragao disse...

Ó meus caros, será que vocês vivem neste mundo?
Qual imprensa, qual caralho. Vocês sabem ler?
VEJAM O QUE ESCREVI: "Quem esteve ao meu lado no Dragão, sabe o quanto critiquei a substituição e quantas vezes berrei à besta para ele refrescar o meio campo, pois o Porto estava a ser encostado às cordas por obra do pseudo-treinador."
CHEGA? OU É PRECISO DESENHO?
E para quem se diz portista "onda verdes ultras" é bom nick...
Belíssimo...

Olho Vivo disse...

Pois, caro Dragão, parece que estamos em sintonia. Já ontem escrevi no vosso blog sobre este assunto. A DIFERENÇA entre este treinador e outros é que invariavelmente mete água com as substituições. Eu estava justamente a pensar como o Dragão: estavam a aquecer o Diego e o Lisandro para exactamente dar mais luta no meio campo e ganhar mais bolas, manter a bola dominada DO NOSSO LADO. Então, o Jesualdo decide meter um marreco dum coreano e o nosso CAGÃO de treinador decide meter o único jogador que não devia entrar. Mal ele entrou passei do optimismo no resultado para a apreensão absoluta. Infelizmente adivinhei. Já vi igual no Inter e em tantos outros. A DIFERENÇA entre este treinador e o MOURINHO é que:
1º- aproveitava os jogadores mais antigos para segurar toda a equipa e dar-lhe mais força, conseguindo ainda motivar mesmo aqueles que já ganharam tudo;
2º- mesmo com um árbitro fatela conseguia ganhar o jogo;
3º- ao primeiro frango do Vítor dizia que era o maior de Portugal e mantinha-o a jogar;

Enfim, são tantas as diferenças... A maior que detecto neste fulano é a sua COMPLETA INSTABILIDADE MENTAL. Sim, acho que deve ficar até final da época, mas depois corram-no, por favor.

GM disse...

Acho interessante que a maioria dos comentadores analisem a situação com palas nos olhos e vejam todos os factores de uma forma linearmente absurda.

Não sei se repararam, mas é óbvio que não é directamente na defesa que está o problema. Em termos defensivos a equipa lá se tem safado, com alguns arrepios à mistura, mas o problema do 3-3-4 começa precisamente do meio campo para a frente. 3 médios centros que se atrapalham uns aos outros. 4 jogadores na frente superpovoando a área contrária e diminuindo o espaço para desmarcações, aberturas, etc.

Os extremos não contam com apoio dos laterais pois não existem laterais, o que levou ao desaparecimento do Quaresma, e do Ivanildo no último jogo como já tinha acontecido com o Lisandro.

Será assim tão difícil ver isto? se uma equipa joga tipicamente com 4 defesas dentro da área, mais um à cabeça, e se outra joga com 4 avançados dentro da área também e com pelo mais um a apoiar o ataque, a equipa que defende terá uma tendência ainda maior em defender mais atrás, o que causará o referido superpovoamento daquela área do campo.

Assim será obviamente muito mais difícil conseguir marcar golos, independentemente do número de ocasiões que se poderão criar devido à consequente falta de espaço.

Por isso, não gosto do Cu do Adriaanse, acho que ele não tem capacidade de análise do jogo, é um lírico, não sabe fazer substituições, e por aí adiante. Caro Dragão, estou absolutamente de acordo contigo.

Fiquem bem.

SLB AMO TE disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
SLB AMO TE disse...

LEVARAM 2 NA PÁ, NO ESTADIO DO MORCAO. PREPAREM SE PARA O 2º PRATO, NO RESTAURANTE DA LUZ! VOCES SAO UM VÓMITO! BENFICA AMO TE!

SLB AMO TE disse...

OLÁ, TRISTES. TAL COMO DISSE HA UNS DIAS E VCS APAGARAM, BEM VINDOS AO RESTAURANTE DA LUZ PARA O SEGUNDO PRATO. PRINCIPALMENTE DE FRANGO À BAÍA! PALHAÇOS. LEVARAM 2 NA PÁ, NO ESTADIO DO MORCÃO. ESPERO QUE TENHAM GOSTADO DE COMER MAIS. ATE BREVE, BRONCOS. SLB AMOTE AHAHAHAHAHAHAHAHAHAH