quarta-feira, 7 de dezembro de 2005

Um triste Natal...

...que o FC Porto me está a proporcionar!

Pelo visto, nunca estamos tão baixos quanto aquilo que pensamos, é sempre possivel descer mais fundo mais um pouco! O ano passado, nesta altura, as perspectivas já não eram as melhores - mas pelo menos ganhamos a final em Tóquio que nos consagrou como campeões do mundo e sempre foi uma prenda especial no sapatinho...

Este ano, a prenda foi pela primeira vez em 10 anos estarmos fora das competições europeias no Natal. Sinceramente, como o escrevi aqui, não esperava nada de melhor hoje, não me acreditava no "milagre"! Mas mesmo assim é doloroso ver o nosso clube afundar-se em dois anos a um ponto que sempre pensei que nunca mais fosse ver...

E depois, a coisa custa muito mais porque está evidente quais são os problemas do clube neste momento. Tanto quanto saiba, os ordenados estão em dia, apesar da saúde financeira da SAD ser fraca. O problema está no balneário e está nos escritórios da SAD. Que insistem em contratações de jogadores sem valor para o FC Porto (este ano o expoente máximo é o Sonkaya, como o ano passado foi o Areias) e de treinadores sem qualquer capacidade de treinar os Passarinhos da Ribeira, quanto mais o clube de Portugal mais galardoado internacionalmente...

Hoje, novamente, as surpresas: Diego de inicio quando ao fim de 3 minutos qualquer espectador televisivo já tinha percebido que aquele campo não era para ele, para o Lucho, para o Lisandro e para o Quaresma pelo simples facto que era impracticável jogar futebol pelo chão, de toque rasteiro de pé para pé - aquele batatal era para jgadores de rugby e não de futebol, motivo porque raramente tivemos o jogo controlado e piorava a situação com o decorrer do tempo!

Como é evidente, o homem foi à Eslováquia mas não deve ter visto o campo, as condições climatéricas nem coisa nenhuma - provavelmente foi lá fazer mais um anúncio publicitário... Ainda se chama um profissional de top? Profissional de top é o Pacheco que põe o lugar à disposição quando as coisas não correm bem... Profissional de top é o Cajuda que sabe quando é a hora de sair! Profissional de top é o Manuel José que transforma ceguinhos árabes em equipas de futebol... Profissional de top é que ele não é! Não acerta nas tácticas, não acerta nos jogadores, raramente acerta numa susbstituição!

Ele que não venha com a juventude da equipa! Porque se a equipa é jovem, cabe-lhe a ele tentar incutir um pouco mais de maturidade à equipa - e não dispensar os jogadores capazes de o fazer! Ele que não venha com as desculpas que a equipa ainda falha muito nos passes e que tem de melhorar como equipa e depois dá férias de 10 dias aos jogadores, sem contar com os 15 dias que já deu antes! Ele que não venha com mais coisas porque qualquer dia ainda contrato um advogado para o processar por perdas e danos ao clube e meter uma providência cautelar para que deixe de treinar a equipa! Tou fulo da vida... Porque com jogadores com tanto potencial, por mais jovens que sejam, ele é que tem sido o fiel da balança a desequilibrar para o lado das asneiras... Transmite pouca tranquilidade à equipa e aos jogadores com as constantes alterações no onze inicial, sem haver um critério adjacente a essas alterações! Transmite pouca confiança à equipa e na equipa quando diz que um 3º lugar no grupo da Liga dos Campeões pode ser bom, que um empate pode ser bom! Isso seria no AZ Alkmaar, porque no FC Porto, como sabem muito bem o Vitor Baia e o Jorge Costa, a única coisa que interessa é ficar em primeiro, sempre!

Pois é... Este ano o meu Natal vai ser mais triste... E neste momento tenho a sensação que o Carnaval, a Páscoa e o Verão também vão ser tristes! Com este treinador caucionado por este Presidente, não vamos lá nem a lado nenhum... Ou então, como diz o Dragão Maronês num comentário num dos posts, se calhar vamos a caminho do fundo para nos deixar como nos encontrou: uma equipa derrotada à partida que se contenta com os restos e migalhas (terceiros lugares e empates...) e que não é respeitada pelos adversários (nem os nacionais, quanto mais os internacionais...)!

5 comentários:

Daniel disse...

Pá...peço desculpa pela minha sinceridade mas é óbvio k a nossa raiva recai em cima do treinador mas mt sinceramente ele ñ tem culpa por várias razões...

1ª Ele não sabe mais...
2ª Tá cá a ganhar o dele...
3ª Tá a passar umas férias...
4ª etc etc etc etc

CULPA TEM O SRº PINTO DA COSTA K ANDA MAIS PREOCUPADO COM A SRª DONA CAROLINA DO K COM O CLUBE, INSTITUIÇÃO E SEUS ADEPTOS...

Acho que em vez dos lenços brancos, deveriamos levar lençois... pode ser k assim ele perceba k os adeptos k os mostram são do F.C.Porto.

Anónimo disse...

Co Adriaanse
"Artmedia merecia ganhar"

Não foi ontem que o FC Porto perdeu a possibilidade de se qualificar na Liga dos Campeões. A teoria foi apresentada no final do encontro de Bratislava por Co Adriaanse, assente na crença que a eliminação surgiu simplesmente porque os dragões não conseguiram conquistar os três pontos nos jogos disputados em casa frente aos mais directos adversários. "Perdemos com o Artmedia no Dragão, num jogo em que fomos a melhor equipa, e depois não conseguimos vencer frente ao Rangers, numa partida que era muita importante para nós. Chegámos a este encontro em circunstâncias muito complicadas. Para além disso, hoje (ontem) o terreno do jogo estava muito degradado e não ajudou à nossa missão. No entanto, os rapazes fizeram tudo o que estava ao seu alcance, mas infelizmente não foi possível vencer. Mas perdemos a qualificação em casa e não aqui. Na realidade, queríamos continuar na Liga dos Campeões, mas nem sequer conseguimos assegurar uma presença na Taça UEFA", começou por referir o técnico, que se mostrou resignado com o resultado obtido ontem em Bratislava: "Foi difícil jogar futebol nesta condições, mas temos de respeitar o Artmedia, porque foi mais forte fisicamente, quis ganhar e teve mais e melhores oportunidades de golo. Se houve uma equipa que merecia ganhar este jogo foi o Artmedia. Nós tentamos atacar aqui como em todos os jogos, mas não obtivemos grandes proveitos disso. Mas esse é o meu estilo: atacar".

O empate averbado em Bratislava e o consequente afastamento das competições europeias pode, no entanto, voltar a gerar um clima de insatisfação dos adeptos relativamente ao treinador. Adriaanse também foi convidado a abordar o seu futuro no clube, bem como a relação que vai mantendo com os adeptos. "Neste momento, tenho contrato até 2008. Só os adeptos podem saber se continuam a acreditar em mim. Não falo por eles. No entanto, espero que continuem a confiar no meu trabalho", afirmou o técnico holandês, que recusou a ideia de estar agora ainda mais pressionado para vencer o campeonato nacional: "Quando assinei, sabia que tinha a obrigação de conquistar o título. O facto de termos sido eliminados não vai alterar nada".

Adriaanse afirmou ainda que "optou por aqueles que considerou os melhores jogadores" tendo em vista o onze inicial, mas que independentemente das escolhas, "todos teriam dificuldades" para jogar perante o estado do relvado. As más condições climatéricas não eram, no entanto, "impeditivas para se realizar o encontro", até porque o relvado estava em más condições, mas "não se apresentava perigoso" para a saúde dos jogadores.

Sobre a eliminação

"Os rapazes fizeram tudo o que estava ao seu alcance, mas infelizmente não foi possível vencer. Mas perdemos a qualificação em casa e não aqui. Na realidade, queríamos continuar na Liga dos Campeões, mas nem sequer conseguímos assegurar uma presença na Taça UEFA"

Sobre o jogo

"Foi difícil jogar futebol nesta condições, mas temos de respeitar o Artmedia, porque foi mais forte fisicamente, quis ganhar e teve mais e melhores oportunidades de golo. Se houve uma equipa que merecia ganhar este jogo foi o Artmedia"

Sobre a situação no clube

"Neste momento, tenho contrato até 2008. Só os adeptos podem saber se continuam a acreditar em mim. Não falo por eles. No entanto, espero que continuem a confiar no meu trabalho"

Apre disse...

Do mal o menos, dedicar.se-ão mais ao Campeonato.

Há prendas de Natal bem piores, como esta do Vale Azevedo ao slb...

Anónimo disse...

Sobre o Co Adriaanse, tenho a dizer o seguinte, pela primeira vez disse algumas verdades, de facto perdeu-se em casa e não neste último jogo (bom, acho que foi em todos os jogos e não apenas nos do Dragão), só não lamento que não tenha posto o lugar à disposição porque o mais certo é que a SAD iria renovar a confiança que lhe tem dado e eu ia ficar ainda mais irritada. O senhor pode até ser um excelente formador mas não é treinador para uma equipa que se assume como sendo de alta competição - ou não? esta pergunta é obviamente para os senhores dirigentes do FCP.

Kinkas disse...

O CO nao pode estar ca para o ano. Ou melhor, se levar a equipa mais fundo (o que eu JA acredito), corram com ele imediatamente.