sexta-feira, 9 de dezembro de 2005

DAS MAIS TRISTE NOTÍCIAS QUE GOSTAVA DE PUBLICAR NESTE BLOG

SÓ NÃO TE DESEJO O DOBRO DA FELICIDADE QUE NOS PROPORCIONASTE, PORQUE TAMBÉM TU SABES QUE NUNCA O CONSEGUIRÁS FORA DO NOSSO PORTO.
VOLTA SEMPRE, ETERNO CAPITÃO

"Dentro das quatro linhas, acredito que seja difícil fazer falta, mas no balneário, acho que sim, ainda vou fazer falta".
A confissão surgiu em jeito de comentário às várias opiniões que têm sido registadas a propósito da saída, que está prestes a consumar-se.
A ligação quebra-se apenas a nível contratual, avisa o jogador, sublinhando outro laço que se manterá inabalável. "Toda a gente sabe que fui, sou e sempre serei do FC Porto". Dizer adeus aos companheiros foi, admite, um momento de emoções. "Não foi um dia, um ano, nem sequer dez anos. Foram catorze anos de uma ligação muito forte".
"Se no futuro decidir continuar ligado ao futebol, gostava de o fazer no clube do meu coração. Sem dúvida nenhuma".
A decisão de abandonar o FC Porto foi ponderada e não resultou de um impulso. "Tive dois ou três meses para pensar na minha vida e tomar uma decisão. Pensei ponderadamente e tenho a certeza de que tomei esta decisão em consciência".
Percebendo que não fazia parte dos planos de Adriaanse, Jorge Costa equacionou antecipar o ponto final, mas vacilou quando recebeu o convite do Standard de Liège. "Ou acabava a minha carreira agora ou continuava a jogar. Optei por continuar porque me sinto bem e com capacidades. Voltar a jogar no FC Porto está fora de questão".
"Espero ter sucesso na Bélgica e que o FC Porto possa ter muito sucesso em Portugal e na Europa".

E NÓS FICAREMOS A TORCER POR TI, NA CERTEZA QUE A PORTA DESTE CLUBE, PARA TI, NÃO TEM TAMANHO E UM DIA ENTRARÁS POR ELA, EM OMBROS, TAL COMO SAIS NESTE MOMENTO...

3 comentários:

Raul disse...

É realmente muito triste e acima de tudo revoltante para nós adeptos que vibramos e sofremos com o nosso clube. Ao nosso grande e eterno CAPITÃO só lhe desejo toda a felicidade do mundo, desportivamente, mas acima de tudo a nivel pessoal. Para ti CAPITÃO um muito obrigado.

Agora no nosso clube temos contenção verbal por acharem que os jornalistas detorpam as palavras do Cu. Agora a culpa é dos jornalistas, tenham mas é vergonha, demitam-se todos que isto já é palhaçada e chuliçe a mais.

Quero ver o que irá acontecer depois deste fim de semana se o resultado com o Leiria não for satisfatório, provalvelmente vão renovar o contrato ao Cu por mais um ano.

Daniel disse...

Se há coisa k me revolta é ver o nosso capitão sair desta forma, mas nada a k já ñ estejamos habituados. Veja-se o caso de nuno valente... PARA TI JORGE COSTA, TODA A FELICIDADE DO MUNDO. ESTARÁS SEMPRE E PARA SEMPRE NO CORAÇÃO DE TODOS OS VERDADEIROS PORTISTAS POIS SABEMOS K TAL COMO O JOÃO PINTO, O TEU CORAÇÃO SÓ TEM UMA CÔR...AZUL E BRANCO... BOA SORTE CAPITÃO ;-)

dragaovenenoso disse...

Acho que nenhum portista entende esta atitude de passividade por parte da SAD.

Vou ter concerteza muitas saudades deste capitão que representou como muito poucos o clube que ele sempre amou.

Os treinadores entram e saem, alguns ficam com o nome gravado com letras douradas na história do clube; outros ficam como uma nódoa negra. Jogadores como o JORGE COSTA serão sempre ídolos que os mais velhos invejam por não poder realizar os sonhos que ele conseguiu no seu clube de sempre e os mais novos admiram e anseiam por algum dia vir a conseguir.

Da nossa parte nunca serás nem estarás esquecido. Ao contrário da maioria do povo, nós não temos a memória curta.