quarta-feira, 28 de setembro de 2005

Ser-se pequeno

A demonstração do que é ser um clube de três à coroa, foi ontem dada pelos lampiões em Old Trafford.
Qual Ramaldense a jogar em casa do Campeão do Mundo, depois de ter marcado um golo numa bola parada, a jogar contra uma equipa cheia de indisponíveis que nem uma substituição fizeram; que jogaram com um avançado a meio campo porque não tinham mais jogadores; comj outros que ninguém sabe quem são a titulares e o mais elogiado de todos os treinadores do mundo, o Faraónico Koeman resolve meter tudo para trás, tudo no ferrolho a mandar bacalhaus para o ar a ver se dava um empatezinho.
Mais uma prova da mediocridade de um clube que joga para sobreviver e não para viver.
E no fim dizem que poderiam ter ganho os três pontos, qual clubezinho orgulhoso nas vitórias morais. Mesmo contra uma equipa deficitária, as bolas na trave e no poste foram em catadupla.
Mister Co Adriansse sabe que está numa equipa de dimensão Europeia. Sabe que no nosso clube tentámos viver e não sobreviver.
A luta pela vitória em todos os jogos demonstra a grandeza de um clube. A exigência da luta da vitória por parte dos seus adeptos demonstra a ambição e a dimensão de cada um.
Como se tem visto, nós exigimos a luta pela vitória em todos os jogos. Mesmo 10 contra 11. Porque podemos não ganhar, mas tentar, isso temos de tentar, custe o que custar.
Logo é o que vamos ver. Não vale a pena pedir, porque sabemos que é o que vamos fazer. Este treinador, de mim, já tem toda a admiração do mundo.
Tudo o que sempre quis ver num treinador do Porto personifica-se em Co Adriansse. Posso não gostar de certas opções que ele faz na utilização de certos jogadores, como o Pepe e deixando Jorge Costa de fora. No entanto, na metodologia, na ambição, na disciplina e na forma de encarar o futebol, encarna o verdadeiro sentimento Portista: GANHAR É O MELHOR REMÉDIO.
VAMOS A ELES

6 comentários:

mister disse...

É uma tristeza ver como os benfas naquela que poderia ser uma vitória em um estádio mitico se deixam perder.

Bakero disse...

Que post mais ridiculo! O Man Utd jogou com jogadores como Van der Sar, Rio Ferdinand, Alan Smith, Ryan Giggs, Scholes, C. Ronaldo, V. Nistelrooy...isto são jogadores que ninguém conheçe? E depois o Benfica jogou de igual para igual com o Manchester no campo deles (aos 70 minutos o Benfica tinha 58% de posse de bola)...não foi a defender acantonado na sua área...isto é lutar para sobreviver e não para viver!?
E quanto a comparações com o Porto...lembro-me do Porto ir lá perder 4-0, e há 2 anos com o Mourinho no banco (o que dá uma grande ajuda), não fizeram melhor jogo que o Benfica, o Man Utd marcou um golo mal anulado e vocês marcaram de bola parada no último minuto...por isso, ganhem lá ao Artmedia, já que perderam o 1º jogo com esse colosso Europeu chamado Rangers...

O Dragao disse...

Quem nasce pequeno, morrerá pequeno.
Quando foi com o Porto, o Porto dominou o jogo todo. Quanto ao golo anulado, relembro-lhe a falta que é feita nesse lance sobre o Pedro Emanuel e que não foi assinalada pelo árbitro.
Nesse jogo o Porto nunca andou à charutada para o ar nem meteu defesas para defender o resultado.
Contra o Rangers, apesar de ironicamente lhe chamares colosso, relembro que demos banho de bola e que mesmo a jogar com deza, tentamos por todos os meios chegar à vitória e não nos encolhemos à espera do empate. Esta é a diferença entre uns e outros.
Depois o não querer ver isto, é sinal que a visão dos lamps não ultrapassa a fronteira do sobreviver.
Quanto à equipa do Manchester que falas, recordo que o Alan Smith jogou no meio campo, que não conheço o Beardsley de lado nenhum, o Fletcher igual, que nem uma substituição fizeram porque não tinham o que meter, que o banco era miserável e esta primeira página http://www.ojogo.pt/artigos/21-219/pri.jpg.

MacGowan disse...

O FC PORTO E OS DRAGÕES ESTÃO DE PARABÉNS!
O clube português mais consagrado no mundo faz 112 anos!
Destes 112 anos, vivi intensamente os últimos 25 e digo-vos uma coisa: É QUE FOI FACTURAR!!!
Um abraço a todos os portistas e muito obrigado a todos os que não são; se fossemos todos, isto não tinha piada nenhuma!!!

Anónimo disse...

Perder com o ArtMerda em casa quando estavam a ganhar 2-0 é que espelha a vossa verdadeira grandeza, e é o que dá comentar jornadas a meio
Foi uma verdadeira VERGONHA

Anónimo disse...

ART