quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Não falemos de coisas tristes, Azulão...

Falemos antes de alegrias do dia de ontem.



Um bolo com 10 velinhas para comemorar os 10 anos dos 7 em Vigo, com a ajuda do nosso Benny!

5 comentários:

Anónimo disse...

Estado ajuda a "roubar" Red Bull Air Race para Lisboa

O presidente da Câmara de Gaia, Luís Filipe Menezes, denunciou que o Estado está a negociar a realização da Red Bull Air Race em Lisboa, "roubando" o evento a Porto e Gaia.

Nos últimos três anos, a "fórmula um" dos aviões atraiu milhões de pessoas às margens do Douro. O autarca criticou o facto de serem institutos públicos, empresas públicas ou participadas pelo Governo a promover o desvio de rota do Red Bull Air Race, sendo que, para isso, até vão aumentar, três ou quatro vezes, o valor do patrocínio.

Luís Filipe Menezes não nomeou empresas - falou, apenas, no Instituto do Turismo - mas o JN sabe que em causa estarão, por exemplo, a EDP, a TMN ou a Galp.
in JN

Ricardo de Sousa disse...

Grande Benny. Será que regressa?

Em relação ao post anterior, não consigo entender um portista que quer a derrota do clube. Seja em que circustancia for!!!!

Abraço

Anónimo disse...

Porto de asas cortadas

Publicado por PauloMorais em 26 Novembro, 2009

“É urgente transferir para a esfera regional a propriedade e a gestão do Aeroporto Francisco Sá Carneiro. Só independente, o Aeroporto do Porto sobreviverá. Integrado na rede nacional da ANA, será apenas uma filial do Novo Aeroporto Internacional de Lisboa, um apeadeiro periférico de Alcochete.”
Ontem, no JN.

dragaovenenoso disse...

Mostrar vitórias de outrem sobre as gaivotas não me parece que ajude a resolver os problemas que o FCPorto neste momento enfrenta. Só deixa os adeptos mais irritados. E é preciso não esquecer que o FCPorto tem cada vez mais dificuldade em ganhar em casa porque as equipas jogam muito fechadas. E a exibição contra o Chelsea não me pareceu assim tão má, não se teve a sorte de marcar um golo na primeira parte e eles marcaram por onde temos o maior buraco, pois o sapunaru é e sempre vai ser um defesa central. Basta ver como ele acompanha as jogadas defensivas, tem sempre a tendência de fugir para o meio.

Dizer que foi pena o Lucho marcar no jogo com o Kiev, é no mínimo de mau gosto. O FCPorto deu a volta animicamente a partir desse jogo. Quase todos queriam a cabeça do treinador e depois, no final da época, já o levavam ao colo.

Esperar grandes resultados este ano, depois de perder o Lucho e o Lisandro, é o mínimo ser-se sonhador. Já no ano passado eu escrevi aqui que via a época com expectativas relativamente baixas e fui surpreendido. Este ano também escrevi logo no início da época que as minhas expectativas eram ainda inferiores aos do ano transacto.

Os jogadores que vieram supostamente para substituir os que saíram ainda não mostraram grande coisa. Reconheço vontade no Falcao, mas vejo mais uma versão tipo Jardel que muito nos custou quando foi necessário alterar. É uma organização diferente da que o FCPorto usou nos últimos anos.

Resumindo: O FCPorto não joga bem e a equipa está muito instável. Mas até este momento nada está perdido. Pelo passado eu continuo a confiar no treinador.

Acho eu.

Cristiano Moreira disse...

http://sectorofensivo.blogspot.com/