sábado, 7 de abril de 2007

QUESTÕES DE JUSTIÇA

Quando a Justiça italiana relegou a Juventus para a 2ª divisão, logo se teceram neste País loas à eficiência, celeridade e mão pesada do Tribunal transalpino. "Ah, se aqui fosse assim!", escreveram muitos e pensaram mais ainda. Se aqui fosse assim, era o que queriam dizer, o Porto estava nos distritais e Pinto da Costa fuzilado no Campo Pequeno. Mas como a nossa Justiça é corrupta e ineficaz, cá continuamos na 1ª divisão. Os Italianos nem sabem a sorte que têm em não suportarem uma justiça tão má como a nossa.
Estes dias pude constatar como isto é mesmo verdade. Em Itália um Tribunal condenou Fernando Couto a 4 meses de prisão pelo consumo de Nandrolona. Em Portugal, um jogador que utilizou semelhante substância foi absolvido nas instâncias meramente desportivas, porque "não se provou que o consumo foi consciente e involuntário". Tal jogador apenas foi condenado (desportivamente), porque um político mais isento (e corajoso) mandou o processo para a entidade máxima na Europa, no que concerne a luta anti-doping. Afinal, reflectem agora os "livre-pensadores", a Justiça em Itália não é tão boa como se julgava. As nossa instâncias disciplinares é que são exemplares!
Entretanto, o Kadhafi dos Pneus, chama, com todas as letras, mentirosa a uma SuperIntendente da PSP. Não me consta que haja algum processo crime a correr contra tal personagem. Nem a Srª se queixou, nem Maria José Morgado, a Justiceira, quis saber do assunto. Afinal, dois arquivamentos definitivos de processos contra Pinto da Costa já lhe dão muito para se justfiicar.

6 comentários:

José disse...

E a ameaça que ele faz à Liga ,em directo, de que lhes ia atiçar os sócios do ex-glorioso ( do tempo do preto-e-branco ), a propósito de castigo que lhe deram?
Esta impunidade é vergonhosa, mas não serão os únicos culpados...

RP disse...

Esquecem-se que mudaram as leis do país para o SLB não descer de divisão, porque não pagava ao fisco.

Alvaro disse...

Mas alguém nota alguma diferença entre a justiça actual e a dos tempos do Salazar? Eu não, mas se existe é de certeza para pior!

Anónimo disse...

Tens razão Alvaro. Agora na justiça há muito mais incompetência, muito mais corrupção e há juízes que são descaradamente autênticas moças de recados de traficantes incultos que fizeram fortuna fácil.

dragaovenenoso disse...

sim, sim, digam como o kadhafi dos pneus enriqueceu tão rapidamente...

Anónimo disse...

Saiu-lhe o totoloto da CML e ganhou as rifas da EPUL muitas vezes.
É um gajo de sorte.