terça-feira, 24 de abril de 2007

Esta é a notícia do jornal O Jogo

Diego ex-FC Porto pretendido pelo Real Madrid
O brasileiro Diego que não serviu ao FC Porto e que acabou por ser “despedido” pelo treinador holandês Co Adriaanse, com o argumento de que não se enquadrava com a forma de jogar dos dragões, tendo ido para os alemães do Werder Bremen, onde está a fazer uma excelente temporada, considerado imprescindível na equipa, já chamado por Dunga à selecção, é pretendido pelo Real Madrid. A notícia é hoje dada pelo diário desportivo espanhol “Marca”, onde se pode ler que Diego reúne as condições necessárias para representar os merengues, que terão já contactado o representante do jogador. A primeira abordagem foi satisfatória, mas o grande obstáculo é o clube alemão, pouco disposto a deixar sair Diego a qualquer preço. As grandes exibições de Diego não passaram despercebidas aos responsáveis do Real Madrid, que tem enviado “olheiros” à Alemanha para o seguir. Diego, lê-se na “Marca”, está a jogar a “alto nível e preparado para dar o salto para uma liga como a espanhola”. Ainda alguém vai torcer a orelha.

Muitas vezes o dissemos aqui no Dragão. Diego era um grande jogador do Mágico Porto e demonstrou, quando lhe deram oportunidade, que era um fora-de-série.
Quando jogava era quase sempre o melhor em campo (os jornais da época assim o comprovam, para quem quiser dizer o contrário) e só um casmurro dum Holandês, que dizia que o seu sistema de jogo não contemplava um número 10 é que não via isso.
Nesses jogos, principalmente no início da época passada em que o fez regularmente, apesar de ser dos melhores em campo, era sempre 1.ª opção para ser substituido.
Esse casmurro holandês chegou a po-lo como última opção do meio-campo do Mágico Porto, preferindo adaptar defesas ao meio-campo, em vez de escolher Diego.

Muitos o atacam por causa do pai, esquecendo que as declarações deste apenas foram feitas no final da época, quando já tudo estava extremado e pelo facto de estar a ser cometida uma injustiça. E muitos que falam do Diego referindo-se ao pai, apenas o fizeram para poderem defender um holandês casmurro de segunda.

No início da época, quando menmcionei os prémios do mês do Diego, muitos me disseram que não poderia ser por um ou dois jogos, pois ele não era grande coisa.
Um anónimo afirmou mesmo:
"a arrogância deste blog só vos deixa ficar mal...
Tarik foi decisivo na vitória de ontem e Hesselink deu a vitória ao Celtic hoje, sendo que nem Diego nem Almeida safaram o Bremen de perder este fim de semana.
è uma cruzada sem fim desta malta, nunca conseguiram engolir que este treinador que é tão mau, tão mau como eles pintavam no início da época que fex o FCP ganhar tudo a nível interno. Até a Supertaça e o 1º jogo do campeonato sem cá estar.
tenham juízo e reconheçam que foi um bom treinador que por cá passou mas com uma personalidade demasiado forte num clube que só admite um chefe!!!"

Outro comentador ainda: " Daqui a 1, 2 meses penso que isto vai abrandar ... E ele vai retomar as suas "manias" ... "

E o título do meu post era nessa altura:
"Detesto ter razão nestes casos, mas..."
E o que escrevi foi:
"Pois, parece que se confirma a qualidade de um grande craque.
Os grandes defensores do H3N1 estiveram sempre do seu lado na perseguição feita aos jogadores, de forma a justificar a manutenção do mesmo. Relativamente ao Diego, diziam mesmo que ele nunca havia mostrado nada no Mágico Porto, para darem razão ao pseudo-treinador.
Por mais que uma vez, aqui neste blog, escrevi que Diego foi perseguido pelo Holandês e que tinha feitos belíssimos jogos pelo Porto, tendo sido primeira opção de substituição nesses mesmos jogos.
Vaticinei no dia em que se foi embora, neste post, que muitos ainda haveriam de engolir em seco.
E não me enganei! E nestes casos preferia que o fizesse, pois era sinal que o Mágico Porto tinha acertado. Mas não.
E ainda há quem defenda o arrogante e senhor de toda a verdade, H3N1... "

Parece que não me enganei, para mal do nosso Mágico Porto...

3 comentários:

Deko disse...

Mas este Blog é de PORTISTAS ou de 'Dieguistas' ou ainda 'Bremistas' ?! Se ajudar a passar a tua 'dor', pensa desta forma: Se o Diego não estivesse de saída nunca terias visto o Anderson no FCP!

Pedro Reis disse...

Ponto prévio:
Nunca fui defensor do Co Adriaanse.

Relativamente ao Diego acho que aqui se está a extremar na mesma medida em sentido oposto em que o Co extremou. O Diego nem nunca foi tão bom no FCP que a sua venda tenha sido um disparate, nem nunca foi tão mau que justificasse ter tido tão poucas oportunidades na 2ªépoca.

O risco de um jogador melhorar muito depois de sair do clube existirá sempre.

Sinceramente face ao rendimento que teve nos 2 anos de FCP e às alternativas que tínhamos para a posição achei natural a venda do Diego.

Comparando custou-me muito mais a saída do McCarthy, embora tb a tenha entendido face ao desgaste da relação entre o jogador e o clube.

Anónimo disse...

Pedro, o desgaste não foi entre o jogador e o clube, mas entre o jogador e o empregado do FCP que por acaso era treinador.
Já vi tanta gente criticar a SAD, principalmente um tal de Rui Moreira. Era dos que mais criticava também Diego.
Se realmente se fossem apurar responsabilidades da perda das mais valias, só em Diego e McCarthy, esses ratos estavam mas era caladinhos e nunca teriam sequer pudor de criticarem a SAD de eventuais maus negócios.