terça-feira, 4 de julho de 2006

E porque recordar é viver...

O que hojé é verdade, amanhã é mentira...

39 comentários:

Bakero disse...

Isso tá complicado, hem? Diz que Rennie costuma ajudar...

Joaquim Varela disse...

Olha que notícia tão curiosa... E logo publicada no dia anterior ao jogo de abertura do Euro-2004, citando o "Jornal Oficial do Partido" e publicada supostamente num jornal de um país que nos iria defrontar ( e ser eliminado nesse jogo) 9 dias depois. Curioso, no mínimo.

Isto sim, é ser Português de Pacotilha. Publicar coisas destas. Não deixa de teer a sua piada que o próprio Figo nunca tenha dito nada disto, mas que interessa isso? O que interessa é encontrar tudo e mais alguma coisa para atirar para o ar, quando já todos os outros argumentos estão gastos e expostos ao ridículo.

Tem de facto muita piada, especialmente se levarmos em linha de conta, que nessa altura, devia estar a Selecção Nacional, em estágio (e sem dar entrevistas a ninguém, à excepção das Conferências de Imprensa diárias).

Meus amigos, entretenham-se mas é a ler e publicar notícias referentes à Selecção Argentina de Futebol e a recepção que lhe foi feita. Isso sim. Notícias e uma análise à sua participação, uma vez que ela era a vossa preferida.

O sapo está mesmo gordo, hein?! Caramba!

O Dragao disse...

ENGRAÇADO QUE FALAM DA AZIA e são eles que passam aqui 5 a seis vezes por dia a ver o que dizemos, não há dúvidas...

Quanto a esta notícia ser falsa, pode ser que queira ver as notícias que sairam no jornal da altura... E nos portugueses...
Se precisar avise...

Pelos vistos algo lhes dói...
De qualquer forma obrigado por contribuirem para o número de visitas. Dá sempre jeito...

Joaquim Varela disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Joaquim Varela disse...

Sim, quero ver as notícias que sairam nos jornais portugueses na altura. Podes utilizar o meu mail ou então podes publicar aqui, mas por favor com o mínimo de seriedade. Nada cá de pasquins tipo "24 horas" ou o jornal "O Crime", se faz favor.

Eu nestes dias, a única coosa que me dói é a barriga de tanto rir.

Isto está publicado e é de livre acesso, portanto não vejo qual é o problema de eu passar por aqui as vezes que me apetecer. Quanto às visitas, não tem de quê. Ora essa. É sempre um prazer ver até que ponto pode ir o ser humano.

Joaquim Varela disse...

Muito obrigado pela rapidez e disponibilidade.

No entanto, isto são tudo notícias de Março de 2003 e não na véspera do jogo inaugural do Euro-2004 em Junho.

Eu não discordo de todo com esta opinião do Deco não jogar, atenção. A única atenuante que eu acho que ele tem é o facto de se ter formado, em grande parte, como jogador, em Portugal (Alverca e FCP).

Depois disto já muita água passou debaixo das pontes e continuo a não perceber muito bem a ideia da coisa, mas tudo bem. Cada um escreve o que muito bem lhe vai na mona.

O Dragao disse...

Factos, são factos e aqui não se atira sem provas, ao contrário de outros que mandam postas de pescada.
Mais alguma coisa?

http://static.flickr.com/54/181660108_42bc2281ef_o.jpg

http://static.flickr.com/52/181660107_82924c5fcd_o.jpg

http://static.flickr.com/36/181660105_5282debd84_o.jpg

http://static.flickr.com/75/181660104_243610c696_b.jpg

http://static.flickr.com/36/181660103_44b6bd25d2_o.jpg

http://static.flickr.com/52/181662669_0901e6dcf0_o.jpg

Joaquim Varela disse...

Esse chavão já sofreu um up-date, feito pelo "saudoso" Pimenta Machado, quando contratou e despediu no mesmo dia o Toni

O que hoje é verdade, hoje é mentira.

Joaquim Varela disse...

Quanto ao resto, muito obrigado pela disponibilidade e rapidez.

Estas notícias são é de Março de 2003 e não do dia na véspera do jogo de abertura do Euro-2004, o que é algo de substancialmente diferente.

De qualquer das formas, eu também não sou grande adepto deste tipo de "naturalizações" (apesar de serem cada vez mais comuns um pouco por todo o lado). A única atenuante que este caso tem é o facto de o jogador ter feito quase toda a sua carreira profissional (e consequente formação no nosso país (Alverca e FCP).

No meio disto tudo, continuo sem perceber muito bem, a razão desta evocação, mas cada um é livre de escrever o que muito bem lhe vai na mona.

Anónimo disse...

olá,

a linha argumentativa de algumas destas pessoas tem sido brilhante. começaram por pegar pelo "homem gaúcho", depois seguiu-se o ricardo e agora recordam a "polémica" alimentada por alguns entre o figo e o deco.

pelo meio claro que se apoiou a argentina e se mostraram 'n' vídeos de campeonatos e fases de qualificação de tempos idos.

recordem e vivam q no domingo (espero eu) quem faz a festa somos nós.

abraços

abego disse...

Itália é campeã do mundo.È a vida.

Francisco disse...

Ó Bakero, «tá complicado»? Isto é português? «Tá»? É o verbo «tar»? Um "patriota" que não sabe a sua língua, não me parece lá muito bem. Mas deve ser da azia que já vem de longe.
No entanto, fico contente. Há dois dias que não aparecias! Cheguei a temer o pior. Ainda bem.

Anónimo disse...

duas por 3. Continuo a não gostar do "boi gaúcho", como contínuo a não gostar do tamanco holandês. Da mesma maneira que parte de os lagartos não gostaram do boloni e os lampiões não gostaram do trappatoni. COM a diferença que: o tamanco, o boloni e o trappa foram... enfim... ganharam. ressalta que muitos dos patriotas de merda, exultam com as vitórias, não contra as equipas estrangeiras,(adversários) mas contra o F.C. Porto. È o patriotismo de merda. Eu quero, é uma melhor escola para o meu filho. Aí, eu ponho uma bandeira, mas a de sempre... azul e branca, sem a coroa... a bandeira de portugal, até 1910.


a

Deko disse...

Quem nunca comeu CAVIAR (finais ganhas), contenta-se com SARDINHAS (finais e 1/2 finais perdidas)... E até as acham muito saborosas...

That's life...

Aduanev disse...

Mas o que me gosta mais é, pois, o nuebo modo de falar
português traducido directamente do español.

E então ao Figo vai-lhe como uma luva.

O Dragao disse...

Engraçado como o conceito de coerência muda para o JV:
1.º diz: "Não deixa de teer a sua piada que o próprio Figo nunca tenha dito nada disto"
2.º - Confrontado com um desafio meu, diz: "Sim, quero ver as notícias que sairam nos jornais portugueses na altura. Podes utilizar o meu mail ou então podes publicar aqui, mas por favor com o mínimo de seriedade. Nada cá de pasquins tipo "24 horas" ou o jornal "O Crime", se faz favor."
3.º - Perante a prova, já diz que não lhe interessam as nacionalizações, esquecendo-se de pedir desculpas e dizer que afinal estava errado, aliás, como sempre.
4.º - O que interessa isto? Serve para revelar o patriotismo bacoco de muitos de vocês. Lembro-me bem da atitude dos lampiões quando o Deco foi chamado à Seleção e tiraria o lugar ao Rui Bosta. ESTAVAM TODOS CONTRA, COM O ARGUMENTO DE QUE NÃO HAVIA NASCIDO EM PORTUGAL (Como se o Eusébio houvesse nascido em território Português), só pelo facto de ser jogador do Porto e verificarem que ia encostar o menino de ouro Lampião no banco.
No entanto hoje já o consideram um imprescindível.
Eis a coerência e a clubite, no seu máximo esplendor...
Vão-se mas é encher de moscas

Bakero disse...

Ó Francisco, vê lá se alguém morre por escrever "tar" num blog...
E sim, tenho visitado muito este blog ultimamente. Nem sabem o prazer que é ver, festejar e saborear as vitórias de Portugal e depois vir aqui ver certos Argentinos a espumar. É a cereja no topo do bolo...
De resto, visito este e outros blogs portistas, como visito sportinguistas e até 1 do Belenenses. So what?

O Dragao disse...

é para ver se aprendes alguma coisa de jeito, já que nos da tua associação, não se aprende nada de certeza absoluta.
Bem pelo contrário... a verificar pelo exemplo!!!

Dragão da Moita disse...

Ó bakero!
Porque não vais comentar para os teus blogs e sites bacanos(benfiquistas e afins), eu como PORTISTA, jamais comentaria num Benfas. Desaparece, como já o fizeste em outros nossos blogs, vai comentar para os teus benfiquistas, ou será que não existem? Tem vergonha e DESAPARECE!

Joaquim Varela disse...

Ó caro Dragão, se o problema é esse, peço as minhas desculpas. Julgava que o agradecimento seria suficiente, mas não seja por causa disso.

E essa do "ESTAVAM TODOS CONTRA" tem muito que se lhe diga. Para mim, Rui Costa não é, nunca foi e duvido que o venha a ser um simbolo/menino de Ouro do Benfica, pela simples razão que nem 50 jogos completos vestido de Vermelho e Branco. As condicionantes do Eusébio também não são válidas (basta saber um pouco de história). Se me referisses um outro jogador, ao que julgo saber da década de 50, que passou por um processo semelhante ao DEco, tudo bem, mas o Eusébio (assim como outros) não servem de exemplo.

Coerência e clubite é outra coisa. Coerência seria fazerem aqui uma análise à prestação da vossa selcção neste Mundial. Como a classificam? Acima ou abaixo das expectativas? O seleccionador fez ou não fez bem em demitir-se? E por aí fora. Assim, continuando a bater no ceguinho (mais a mais quando o ceguinho vos está a enfiar um sapo do tamanho do mundo pela boca abaixo), somente fazem figuras ridículas.

Anónimo disse...

"Como se o Eusébio houvesse nascido em território Português".
Moçambique, nos anos 40, era território português, para o bem e para o mal.
Logo, o dragão não se esqueça de "dizer que afinal estava errado", como apregoa.
Luís Miranda.

Francisco disse...

Gostaria de perguntar a estes sapientíssimos e isentíssimos benfas se quando o Lúcio e outros jogaram pela selecção nacional se ergueram contra o sistema como no caso do Deco ou, perguntando de outro modo, se o Deco fosse «brumelho» e a alternativa não fosse o famigerado Rui (Banco) Costa fariam o alarido que fizeram.
Tenho cá a impressão que não.
Outra pergunta inocente: Se o Baía fosse «brumelho» e lhe fizessem o que o Scolari lhe fez, como reagiriam? Dariam amens ao seleccionador? Desculpem,mas duvido muito.Ainda outra pergunta:
Acham que o procedimento do Scolari foi honesto e limpo para com os portistas? Se forem sérios, respondam.
PS. Chamo «brumelhos», porque nos «vermelhos» as ideias andam muito brumosas,muito brum-brum,como dizem os brasileiros.

O Dragao disse...

Quanto ao Eusébio, ainda gostava de saber porque lhe chamam Moçambicano. Será por ser PortuguêS?
Quanto ao resto, muitos outros há que jogam hoje na selecção e nasceram nas ex-colónias, sendo certo que em relação a eles ninguém põe em causa a sua ida à selecção e sendo certo que nasceram após a independência em relação ao País Colonizador.
É que, sabem, para bom entendedor, meia palavra basta...

Joaquim Varela disse...

Claramente "o dragão" para além de não conhecer a história de Portugal, não conhece minimamente Direito Internacional. Uma pessoa não tem determinada nacionalidade, derivado do local onde nasceu. Só esta pequena achega.

Quantos às questões levantadas pelo francisco vou chegar-me à frente e responder:

1-Sobre o caso Rui Costa/Deco, acho que já respondi. Na ocasião Euro 2004 Rui Costa era, para mim, uma excelente opção no banco (hoje em dia, acho que já nem isso deve ser para o Benfica). Quanto à nacionalização do Deco já respondi num outro comentário.

2-O Scolari encostou outros jogadores (JVP, Paulo Sousa, Rui Jorge, Fernando Couto, Sérgio Conceição, etc) e mais ninguém fez a barulheira que fez quer o FCP, quer os seus adeptos. Pessoalmente quando um jogador está na selecção, para mim tanto me faz que jogue no Atlético como no àguias da Musgueira, como no Sporting, como no... Vitor Baía foi titula da nossa baliza, durante 3 fases finais de Campeonatos da Europa e do Mundo, e não houve um único jogo em que me inspira-se confiança enquanto adepto (só de pensar no Portugal-EUA até fico mal disposto). Por mim, basta isto para se dar lugar a outros.

3-Para mim a única coisa em que o Scolari falhou, talvez tenha sido no seguinte. Se fosse eu dizia o seguinte. O Vítor Baía não foi convocado porque não quero putanheiros na Selecção, nem malta que já teve as suas oportunidades e falhou. O JVP não convoquei, porque em duas fases finais, em jogos decisivos, perdeu o controlo das suas emoções e na última vez até um árbitro esmurrou. E o Quaresma não foi convocado porque é cigano e não há ninguém, que no seu juízo, esteja disposto a aturar um cigano um mês inteiro, a começar por mim. Ah, espera aí, mas estas coisas não são politicamente correctas, certo?

Francisco disse...

Estas "vareladas" só podem ser tomadas como isso mesmo: "vareladas". O Dragão não me passou procuração, mas essa do direito internacional não deixa de ter graça. O regime colonial, de que parece o interlocutor ter tantas saudades, tinha dessas aberrações, a de considerar as colónias como províncias ultramarinas e nesse sentido considerar que todos eram portugueses, uns de 1ª, outros de 2ª, mas isso é outra história. É ou não verdade, Sr Varela, (escrevo com maiúscula, porque sou educado) que o Eusébio nasceu em Moçambique e, por isso, é moçambicano? Moçambicano com nacionalidade portuguesa, mas moçambicano? Ou será que nasceu em Alguidares de Baixo?
É ou não verdade que um cidadão, quando se naturaliza, passa a adoptar a nacionalidade do país por que optou? Porque foi então tanta a polémica por causa do Deco? Eu falei do Lúcio, lembra-se?
Quanto ao Vítor Baía,pode ser o frangueiro e mau guarda-redes que quiserem, mas um jogador com o seu currículo e depois de ser sucessivamente vencedor da UEFA e da Champions League tinha o direito ( desculpe lá não ser direito internacional, mas é a elementar justiça) de ser informado das razões por que não era convocado. Era o mínimo. Mas, vocês, os benfiquistas não entendem estas coisas. Não entendem,porque não vos convém entender. Quanto aos outros referenciados, de tão ridículo,abstenho-me de comentar.

Anónimo disse...

o sr. Eusébio sempre se considerou de moçambique e não de Portugal, O scolari que vá para américa do sul é onde está bem, nem substituições sabe fazer quanto mais levar os melhores à selecção. Ciganos?? sempre será melhor que muitos que lá andam, ou não tem tanto direito como os que nasceram fora, Isso para não me chamarem rascista. acudem-nos com tanta ignorancia e tanto cinema, parece hollywood. hehehe... Bem pode ser que a partir de agora os benfiquistas voltem de novo a sua insignificância ou seja de pura inveja e dor de corno por serem ao longo dos anos sucessivamente ultrapassados em todos os níveis!! Tá Quase!!

douglas disse...

"mas um jogador com o seu currículo e depois de ser sucessivamente vencedor da UEFA e da Champions League tinha o direito ( desculpe lá não ser direito internacional, mas é a elementar justiça) de ser informado das razões por que não era convocado."
Que coisa mais absurda... curriculo???? Quer dizer que agora é assim? envia-se o CV à federação e aguarda-se o processo seletivo? Há dinâmica de grupo? Teste escrito? Faça-me favor, que idéia mais parva. Se o técnico (selecionador) tivesse que ficar dando satisfações a todos os não-convocados, o time não jogava nunca. É simples: Alguém não é convocado por 3 razões:
1- Não se sobressaiu em relação aos outros;
2- Não é do agrado do técnico;
3- Ambos!!!

O Baía que escolha a que lhe cair melhor e vista a carapuça. E vá chorar na cama, que é lugar quente.

O Dragao disse...

Sr. Douglas, o Baía pode ir chorar no mesmo local onde os Brasileiros e o Scolari choram neste momento.
Essa é que é essa...

Joaquim Varela disse...

Caro francisco

Quem é o Lúcio? Palavra de honra que não sei quem é.

Não tenho nenhumas saudades do regime colonial. Eusébio nasceu em Moçambique e todos os nascidos em Moçambique, na altura, tinham nacionalidade portuguesa. Após o 25 de Abril, puderam optar pela nacionalidade que muito bem entenderam. Isto são coisas do domínio público.

E mais uma vez volto a reforçar que não é o local de nascimento que dita a nacionalidade de um ser humano. Imaginemos o seguinte cenário. A sua mãe, caro francisco, estava grávida de ti, de 7 meses e faz uma curta viagem de férias(ou de trabalho) ao Burundi, onde subitamente começa a ter sinais de parto e o caro francisco nasce prematuro. Qual é a sua nacionalidade? Burundesa (ou lá como se chamam os naturais do Burundi) ou Portuguesa? Era aqui, a este ponto que eu queria chegar.

Desconheço de todo se o Vítor Baía foi ou não informado das razões para o seu afastamento. Se fosse eu dizia-lhas na cara, fossem elas quais fossem. Depois essas mesmas razões transpirarem para a opinião pública já era outra conversa. Eu por mim, dispenso-o bem. Acho que ele é bom Guarda Redes, mas só no FCP. Na Selecção nunca me convenceu. Explicações para este facto, desconheço-as de todo.

E por favor, mais uma vez, peço para não me confudirem com o todo. Sou adepto do Benfica, mas dispenso que me coloquem junto com a molhada. Tenho as minhas próprias opiniões que muitas vezes não são de acordo nem com o "politicamente correcto" e muito menos com a "opinião generalizada".

Francisco disse...

Caro Varela ( continuo a escrever com maiúscula!):
Gostaria imenso de não o confundir com a «molhada», mas que quer, os seus argumentos são os mesmos que a «molhada» utiliza!
Quanto ao seu penúltimo parágrafo, acredita sinceramente que o Baía e o João Pinto insistiriam nessa tecla se a conversa do Scolari tivesse acontecido?
Não se faça de ingénuo nem nos queira tomar por parvos!
Quanto ao Lúcio( julgo que não foi caso único) foi um brasileiro que a pretexto da dupla nacionalidade decretada com fins políticos, nos tempos da outra senhora, de forma a evitar o crescente isolamento de Portugal, foi logo aproveitado para a nossa selecção.
Ao menos o Deco manifestou o desejo de optar pela nacionalidade
portuguesa.Como outros noutras modalidades. Como acontece em quase todos os países! Se a imprensa desportiva fosse séria, chamava à colação esses exemplos e não fazia o estardalhaço que fez tão somente, porque se tratava de um jogador do Porto e ia mandar para o banco o Rui Costa. (Quero para já dizer que o Deco não foi neste campeonato o mesmo de outras vezes, mas isso são outras conversas!)
Olhe,caro Varela, para mim, exemplo de um benfiquista 5 estrelas é aquele seu consócio que, após a vitória do seu clube na época anterior a esta, proclamava que esse triunfo o enchia de vergonha pelos modos como fora alcançado.
São esses que não se confundem com a molhada.

Francisco disse...

Caro Varela (continuo a escrever com maiúscula, não é por nada, é só por uma questão de educação):

Por formação e profissionalmente, julgo que tenho conhecimentos jurídicos bastantes para poder rejeitar os seus ensinamentos de "direito internacional". Sem falsas modéstias. Juro.

Dragão da Moita disse...

Ó sr. J. Varela!
Porque não vai, também, comentar para os blogs benfiquista, ou será que não existem?
Eu como PORTISTA, jamais comentaria num benfas,ainda mais dizendo mal do GRANDE FCP,desapareça e deixe estes para os PORTISTAS.
DESAPAREÇA!!!

Douglas disse...

"Sr. Douglas, o Baía pode ir chorar no mesmo local onde os Brasileiros e o Scolari choram neste momento."

Já pode-se juntar a nós, amigo.
Além do mais, não ficamos aqui choramingando uma derrota mais do que justa. Perdemos porque não fomos capazes, e o mesmo ocorreu com a vossa seleção. No entanto, e apesar de terem apresentado bom rendimento neste mundial, não tenhas a errônea idéia de que Portugal (e repito que tenho profunda simpatia e respeito por essa seleção, bem como pelo país)chega sequer aos pés do nível futebolístico de Brasil, Argentina, França, Alemanha, entre outros. Não me baseio nesse mundial, mas na história desses países na referida modalidade esportiva, o que os torna importantes centros de formação e revelação, não apenas de jogadores, mas de CRAQUES. Craques que também Portugal forma (Eusébio é grande exemplo) mas em número insignificante se comparado aos outros países citados.
Então não me venha querer ensinar a missa ao padre. Sei o que é perder um mundial, mas também sei o que é vencer tal torneio, e sei o que é ter a melhor equipe do torneio e perder (Brasil de 82). É parte do esporte perder, e sei disso por motivos óbvios. Mas não o culpo por sua injúria. Tens sede por saborear ao menos uma vez a vitória, mas é ainda (posso estar enganado) o quarto mundial de vossa seleção. Têm ainda longo caminho a percorrer, com muitas derrotas e (se Deus quiser) muitas vitórias. Eu, no meu caso, e como diria o dirigente de meu clube de coração, "ganhei muitas vezes, e perdi muito menos do que ganhei".

Joaquim Varela disse...

Muito obrigado pela explicação do Lúcio, caro francisco.

Quanto ao resto, acho que a conversa termina aqui, excepção feita ao benfiquista 5 estrelas. Se formos por aí, portista 5 estrelas é todo aquele que admite que nos últimos 30 anos, a grande maioria dos títulos internos do seu clube foram conquistados à conta de cheques (de 500 contos), de ligações ao mundo da droga e da prostituição, de Viagens ao Brasil para árbitros e fiscais de linha, de educação de familiares directos, etc, etc.

Mas como isso nunca existiu e isto é um país de merda em certos aspectos (Vidé o que irá suceder em 2 meses entre a descoberta e a decisão do processo "calciocaos"), está tudo bem e até essa malta recebe medalhas...

Enfim, estávamos a discutir a Selecção e foi-se de novo parar ao clubismo. Por mim, pára já aqui que eu não tenho muita paciência para isso.

Dragão da Moita disse...

Ó Joaquim Varela!
Ainda andas por aqui?
Tem vergona e vai descarregar a tua raíva, para os blogs do teu benfas.DESAPARECE! DESAPARECE! DESAPARECE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Francisco disse...

Varela:
Se você tivesse um pingo de vergonha, nunca mais escreveria neste blog.
Quando se fazem acusações, provam-se, não se cospe para o ar, porque os escarros podem cair-lhe em cima.
Pelos vistos está mais bem informado do que as autoridades que ao longo dos tais trinta anos nada fizeram.Pelos vistos continuam as atoardas de quem não sabe perder e sente que o seu clube se anda a mover em areias movediças.Quem foi para a cadeia não foram os dirigentes do FCP. Quem fugiu para África não foram os dirigentes do FCP.
Por outro lado eu sempre aprendi nos livros por onde estudei que a corrupção está onde se encontra o Poder.Vem desde os tempos da Antiguidade. Nunca me constou que o Poder tenha estado na cidade do Porto.
E para terminar, porque conversar com quem não sabe é chover no molhado,não seria mau que investigasse bem como é que os seus «brumelhos» alcançaram os seus títulos.É só um conselho.
Uma coisa mais e apenas: sei ser muito mais educado que o senhor.Também não era difícil.
Da minha parte não haverá mais conversas consigo. Já ouviu falar numa de pérolas...?

Anónimo disse...

Super color scheme, I like it! Good job. Go on.
»

Anónimo disse...

I find some information here.

Anónimo disse...

Here are some latest links to sites where I found some information: http://indexmachine.info/1943.html or http://google-index.info/138.html