sexta-feira, 26 de maio de 2006

Adeus, mas sem abraços...

...que eu gosto de preservar as distancias, como ele fez na comemoração da Taça de Portugal!

Pois é, apesar de não te ter enviado SMS, quando ouvi a noticia na tv logo de manhã pensei para comigo: O Dragão deve estar muito feliz hoje...

De facto, era algo que esperava que viesse a acontecer desde que se tornou oficial a contratação do Diogo Valente.

Mas mesmo assim, há algo nesta dispensa que me desagrada. E muito!

É que os motivos não são os extra-desportivos, que como O Dragão bem refere no caso do César não parecem ter emenda (ao contrário do Capucho que foi o melhor extremo-direito que passou por cá depois do Jaime Magalhães, mesmo superior ao Edmilson, e que nos deu um dos campeonatos do Penta carregando a equipa às costas).

Os motivos da dispensa são os desportivos. E, neste caso, como no do Diego ou do Jorge Costa, a razão é que eles não se enquadram no sistema de 3 centrais que adoptou. E isso, deixem-me dar a minha opinião, é uma estupidez maior ainda que a torre dos Clérigos! Partindo deste principio de teimosia e fosse o homem o treinador do Barcelona, não se adaptassem por absurdo o Ronaldinho, o Deco e o Etoo ao esquema dele e seriam vendidos... Não importa o curriculo, o que deram antes ao clube ou aquilo que possam vir a dar! O sistema acima de tudo e de todos, menos dele, pois está claro.

O resultado de uma passagem prolongada deste senhor pela Invicta apenas irá resultar, se o Presidente da SAD o deixar contratar mais jogadores, em muitos Sonkaya's na equipa (o único que ele indicou, já que o Cech veio por indicação do departamento de prospecção) e num plantel esfrangalhado e pensado para o esquema de 3 defesas, pelo que estará deseuilibrado e o senhor que se seguir irá ter a vida ainda mais negra que os sucessores do Mourinho tiveram (a não ser que se mantenha fiel à estrutura dos 3 defesas) o que parecia de todo improvável...

Pois é, o César Peixoto foi-se e não mais veremos o pedaço de mau caminho da mulher dele nas bancadas... Outros ficaram e nem por isso são melhores (em campo ou no banco) do que ele!

7 comentários:

Bracarense disse...

Salvé aleluia salvé! Já foi tarde! É claro que há-de sempre haver quem, com certeza não vendo os mesmos jogos que eu vi dele, acha que ele é que sabia marcar cantos, centrar como ninguém e fazer esquecer um defesa esquerdo de raíz. Precisamente por ser pelos motivos que é, esta dispensa faz subir Co tb na minha consideração. Parece que ainda há esperança para o homem ;). É que não será bem por não se encaixar no sistema, já que Diogo Valente é de uma posição idêntica (extremo que "pode" passar por defesa esquerdo) e vai estar lá pró ano (Em relação a este tb estou à espera que me surpreenda...). É mesmo por não ser jogador pró FCP... Se o Mistere continuasse nesta linha é que era queijo. Lá iam Alan, Sonkaya, Sokota, B. Alves, R. Costa, etc.

Bracarense disse...

...e talvez sobrasse espaço no plantel pra novos valores da "cantera", agora que acabou a B.

GM disse...

Desta vez nao posso concordar contigo Pavao... comparar a importancia que o Peixoto tinha dentro do Porto ao papel do Ronaldinho, Deco e Etoo no Barcelona, nao deixa de ser um ponto perdido. Afinal, estas a falar de jogadores excepcionais, pelos quais vale a pena mudar o esquema tactico de uma equipa de forma a permitir a integracao destes jogadores. Isso, obviamente, nao se passa no caso do Peixoto. E um jogador util, mas nao e um jogador preponderante, conforme se viu nos ultimos 3 anos, pois poucos foram os jogos em que ele alinhou. Assim, se n se encaixa, parte para outra...

Anónimo disse...

Realmente. Comparar Cesar Peixoto a Ronaldinho é o mesmo que comparar a Isabel Figueira com a Odete Santos.

Nuno disse...

Não estou a comparar jogadores. O que eu disse é que com este treinador o "sistema" está acima de tudo e de todos (menos dele!) e qualquer jogador, chame-se ele Jorge Costa, Diego, César Peixoto ou Ronaldinho, Deco ou Etoo, que não encaixe, no ponto de vista dele, no "sistema", é colocado de lado - e para isso ele usa os argumentos mais estapafurdios possiveis para justificar a sua decisão - ver explicações sobre Jorge Costa e Diego para perceber isso, na entrevista que deu ao jogo, relembro só a parte do Jorge ser ainda um defesa de top...

Portanto, não deturpem o que eu escrevi. Concordo que o dispensem por razões extra-desportivas que como O Dragão apontou são muitas. Mas não é isso que ele alega. O que ele alega são razões desportivas e, para mim, falsas: o César é rápido e além disso é o que melhor centra na equipa a seguir ao Quaresma, pelo que não percebo - como não percebo a dispensa do Jorge Costa ou a do Diego.

Anónimo disse...

Greets to the webmaster of this wonderful site. Keep working. Thank you.
»

Anónimo disse...

Looks nice! Awesome content. Good job guys.
»