quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Walter...



Sim, ele não é nenhum Falcao, Jardel ou Gomes. Mas, sempre que foi chamado, cumpriu os "mínimos olímpicos". Basta atentar para os seus números o ano passado: 656 minutos jogados na Liga, 6 golos, mais alguns na Taça da Liga e na Taça de Portugal.

A questão que agora coloco é: porque não foi inscrito na Liga dos Campeões e não jogou contra o Feirense no passado Domingo?

Penso que as respostas cruzam-se.

Não jogou contra o Feirense porque não está inscrito na Liga dos Campeões. Passo a explicar: Vítor Pereira não apostou nele ao não inscrever o jogador, talvez num braço de ferro com a SAD para obter um novo atacante. E agora, para demonstrar que não conta com ele e para evitar que ele marque golos e justifique a sua presença, não o põe a jogar, mesmo quando não tem soluções para a equipa como no jogo contra o Feirense.

O grave da situação é que isto tem todo o ar de ser um braço de ferro entre VP e a SAD. Porque o empresário veio hoje dizer n'O Jogo que o FC Porto recebeu não uma, como se falou, mas sim 5 propostas para o Walter (2 do Brasil, 2 de França e 1 da Alemanha) e que o clube recusou todas elas. Ou seja, o VP não conta com ele, como parece ser ainda mais evidente que com o AVB o ano passado. Mas a SAD não o dispensa.

E quando há um braço de ferro entre a SAD e um treinador, há dois perdedores. Um, é o treinador. O outro, é o clube, que perde tranquilidade, liderança, harmonia e acaba por entrar numa espiral negativa com prejuízos desportivos muito grandes.

Eu sei que a causa principal da não inscrição de Walter na Liga dos Campeões é a falta de jogadores oriundos da formação no plantel, que ocupam assim as 21 posições disponiveis. Mas é preciso ultrapassar esse drama rapidamente - porque o FC Porto não pode jogar só com Kléber, que terá altos e baixos de forma, lesões e castigos que o impedirão de jogar muitas vezes na época - e só há Walter para o seu lugar, logo ele tem de jogar quando tiver de jogar, independentemente das opções técnicas que levaram à sua não inscrição na Liga dos Campeões.

Este vai ser, pelo menos até 31 de Dezembro, o maior problema do FC Porto. E não sei como VP vai resolver este caso bicudo... e isso preocupa-me, neste momento, mais do que a questão de ele ter ou não visão de jogo ou ter ou não o medo típico dos treinadores portugueses!

1 comentário:

David J. Pereira disse...

Boas!

Devo dizer que gosto imenso deste blogue!

Podem adicionar os meus aos vossos links? Eu prometo que retribuo :p

http://davidjosepereira.blogspot.com/

Saudosos cumprimentos!