segunda-feira, 27 de agosto de 2007

HÁ VERGONHAS QUE NÃO SE PODEM DEIXAR PASSAR

De forma a evitar o desgaste dos elementos da SAD e para que, no meio do lodo do Apito Dourado, haja profisionais a saber o quefazem, recentemente a SAD contratou uma empresa de comunicação - a LPM, Comunicações.
Há dias, tal empresa enviou a carta que abaixo se transcreve á SAD. Apenas o Expresso pblicou esta carta, tendo passado esta notícia copletamente à margem da comunicação social.

"

Pela circunstância de estarmos ligados ao Futebol Clube do Porto por um contrato de prestação de serviços de Conselho em Comunicação e Assessoria Mediática temos sofrido, nas últimas semanas, uma lamentável sucessão de pressões ilegítimas.

Não é este o momento adequado para tornarmos público o conteúdo e a forma dessas pressões, mas queremos deixar claro que nunca, nos 20 anos de actividade da LPM, algo de semelhante tinha ocorrido.

Tememos que a continuação do contrato que nos liga ao FCP possa colocar em risco a normal actividade da LPM em prejuízo dos cerca de 70 colaboradores que empregamos e das cerca de 50 instituições que representamos.

Estas circunstâncias levam-nos a solicitar a rescisão amigável do contrato.

No momento em que o fazemos deixamos claro que nada de menos ético – muito menos ilegal - ocorreu no nosso relacionamento com a vossa instituição e que as pressões que têm sido exercidas sobre a LPM, essas sim, pressupõem uma lamentável falta de seriedade de entidades que deveriam dar o exemplo ao País.

A curta experiência de trabalho com o FCP confirmou, infelizmente, o que tínhamos identificado no diagnóstico inicial: existe uma anormal coligação de interesses que procura impedir a expressão pública da vossa instituição, mesmo quando se trata de situações que poderíamos descrever como de legítima defesa.

Nas últimas semanas, porque ocorreram episódios mediáticos (a maior parte sem qualquer intervenção nem do FCP nem da LPM) que mostram quão frágil é o guião construído por esses interesses, foram sendo utilizados sobre a nossa empresa meios, públicos e privados, que relevam sobremaneira o desespero dessas entidades e a falta de consideração pelos princípios éticos que deviam respeitar.

Neste contexto, estamos certos de que compreenderão melhor do que ninguém esta nossa decisão."

4 comentários:

Anónimo disse...

não percebo o que isso quer dizer. Expliquem -me por favor.

TRSM86/CUBILLAS disse...

Dá uma vista de olhos neste blogue e já vais entender a situação, que terá que ser desmascarada e saber-se o nomes dos "bois" já que a entidade é a PJ. Não me admiraria que o mentor da perseguição possa ser o Director, o comentário que fez à decisão do PGR sobre o "APITO ENCARNADO" deixa persupor este acto

http://bloglpm.lpmcom.pt/index.php

Anónimo disse...

NA EUROPA, OS VERDADEIROS COLOSSOS SOMOS NÓS:

http://img338.imageshack.us/img338/2534/verdadeiroscolossosbq5.jpg

Pinto Azul

As galinhas são colossos mas é de Marrocos até ao Polo Sul :lol:

Pinto Azul

bruno tribbiani disse...

vergonhoso!
é incrível como tudo isto é esquecido por toda a gente..