segunda-feira, 7 de maio de 2007

O Regresso do nosso Maradoninha...

Faltam 3 ponto e 1/2 para sermos Campeões.
Num jogo em que a ansiedade de marcar, aliada com a grande exibição de um grande Guarda-redes e mais uma fajutice dos àrbitros tentou complicar o Maradoninha descomplicou como só ele sabe.
Um jogador fantástico, fenomenal, com verdadeiro sentido de equipa (quaresma pode e deve aprender algo com ele) brindou-nos com uma axibição do outro mundo. Até parece fácil.
A forma como toca na bola e se livra dos adversários é qualquer coisa de inexplicável. Não fosse a entrada assassina de um grego lampião, será que não poderiamos estar numa outra competição ainda hoje?
O que é certo é que não estamos e temos o que temos. Já todos nós esperamos pela reedição da dupla de magos no próximo jogo em Paços de Ferreira, onde certamente todos os que quiserem lá estar não poderão, visto o estádio do Paços ser muito pequeno.
Eu terei que lá estar, a apoiar o nosso Porto e a verificar ao vivo as maravilhas do nosso Maradoninha...
Sigam-me... Vamos dar um recital de apoio à nossa equipa...
Estamos no momento e na hora certa para, mais uma vez, demonstrarmos quem é o Melhor Clube Português...

3 comentários:

tripeiro disse...

Pois é portistas...faltam quatro pontinhos para a revalidação do título Nacional!!
Foi uma excelente exibição da equipa de Jesualdo Ferreira.
Anderson até que enfim foi titular.
O nosso miúdo jogou muito bem fazendo um golo e uma assitência. Bosingwa também jogou muito bem. Foi completamente dele o lado direito do campo. Correu muito e fez bons cruzamentos para a área do Nacional.
Entrámos muito bem no jogo, criando várias oportunidades de golo. Deviamos ter acabado a primeira parte em vantagem e isso era o mais justo. Na segunda parte não entrámos muito bem mas depressa regrassámos ao controlo do jogo muito por força das substituições feitas pelo treinador.
Anderson inaugurou o marcador e a dois minutos do fim deu o golo a Fucile.

Faltam quatro pontinhos...

Um Abraço,
Tripeiro
http://magicoporto.blogs.sapo.pt

Dragão Maronês disse...

É verdade. O n/ Anderson é um regalo para quem o vê jogar.
O Katsouranis devia ter sido bem castigado não só por o ter aleijado com gravidade, mas sobretudo, por nos impedir, a nós todos que gostamos de futebol, de apreciar a arte deste talento puro que se chama Anderson e enverga a gloriosa camisola do n/Porto.
O próximo jogo em Paços de Ferreira vai ser difícil, mas com todos os nossos melhores jogadores em campo todos irmanados na ideia de sermos campeões, não deixarão de nos trazaer a vitória e evitar angústias maiores. É preciso, todavia, andar mais depressa em direcção à baliza contrária do que tem acontecido até aqui.
Eu quero continuar a ver nas TV's a cara de Quarta feira de cinza dos comentadores de cada vez que têm de se pronúnciar quanto ao mais provável campeão nesta época.
Dá um gozo do caraças!
Vivó Porto!

silvino martins disse...

O pior do lance que o afastou dos relvados durante tanto tempo foi a estúpida afirmação "foi um lance normal de futebol" esses filhos da #$%& que disseram isso deviam ter vergonha na cara, mas infelizmente vergonha é o que eles menos têm.