segunda-feira, 10 de agosto de 2009

A época começou ontem, as vitórias também


E as nossas vitórias, nas competições que contam para o curriculo, tambem. Porque no sábado lá terminou a pré-época mais os campeões do costume com vitórias que não contam para nada...

Sobre o jogo com o Paços de Ferreira, não foi um jogo fácil. O Paços é uma equipa compacta e que já traz uma boa dose de competição nas pernas, equipa já bem entrosada e que soube vender cara a derrota.

Mas o plantel do FC Porto, apesar de alguns sustos na primeira parte, acabou por demonstrar a superioridade do seu futebol.

Farias esteve bem no primeiro golo, obtido à custa da sua persistência. Varela esteve bastante activo mas ainda demonstra alguma falta de rotina com meio campo e defesa. O Bellushi fez o seu jogo mais apagado. E o Mariano pareceu-me cansado e um pouco a leste do jogo. No global foi positiva a exibição mas, acima de tudo, e porque isso é o que mais interessa, o resultado.

Uma palavra para o grande golo do Bruno Alves, voando sobre os centrais como cantava Rui Veloso sobre um ponta de lança que fez furor no então estádio das Antas...

Obrigado, mais uma vez, ao Pedro Blue pelas fantásticas fotos que fazem as minhas delicias aqui em Angola!

13 comentários:

dragaovenenoso disse...

Ontem só consegui ver a 1ª parte do jogo e dos 60' em diante em diferido. Da 1ª parte deu para perceber a falta de ritmo e principalmente de entrosamento entre os jogadores novos. Há combinações ensaiadas que não resultaram por falta de rotina, acho eu. A defesa não esteve mal, mas foi muitas vezes chamada a actuar porque o meio-campo defensivamente não esteve muito bem. Acho que o Fernando ainda está muitos pontos abaixo da forma. O Raúl Meireles ainda está a aprender a jogar com o Belushi, que não tem nada a ver com o Lucho. Por acaso até discordo do Pavão quanto ao Mariano, pois, dentro das trapalhices que nos habituou, é muito esforçado e não desiste da bola. Claro que fintar um jogador de frente e parado é sempre mais difícil do que se ser lançado em corrida. De resto, parece-me que a nossa equipa precisa de jogos, bastantes jogos para ganhar certas rotinas. Até lá parece que vamos viver muito do Hulk - enquanto não lhe acertarem o passo.

Neste momento, e segundo a TSF, o FCPorto tem 64 troféus no futebol, nacionais e internacionais. Os campeoníssimos do defeso tem 67. Agora já se contabiliza o conjunto, que é para não parecer mal.

dragaovenenoso disse...

Há outro comentário que gostava de fazer e que tem que ver com o o grande clube da capital deste império falido: este ano, mais que nunca, investiram forte e feio na equipa, principalmente no ataque. Estou convencido que, junto com a renovação que o FCPorto vai sofrer este ano, irão lutar pelo título até final (só os CVs dos jogadores já lhes dão a vitória, aliás, como se dizia anos atrás - felizmente há muitos anos atrás, era a camisola que ganhava, parecendo que pretendem reeditar essas façanhas) e até o poderão ganhar.

O que me deixa realmente furioso são a vigarices que fazem, como aquela das vendas de acções fictícias, aceites por um membro de governo que é acólito desse clube. São essas vigarices que permitem que este clube continue na 1ª divisão.

dragaovenenoso disse...

Ao que parece os orgãos conotados com a justiça desportiva continuam a pactuar com este clube, tentando enterrar o nosso que lhes faz frente no campo. É a vergonha habitual, tal e qual a que assistimos noutras vertentes, como bancos, casas pias, etc, etc.

A selecção de hóquei em patins no mundial tinha na equipa inicial quatro jogadores que vão para o benfas...o seleccionador também vai (é o que dizem)... e ficámos em terceiro lugar, que não é nada mau.

Dragaopentacampeao disse...

Confesso que não esperava uma exibição de luxo. Não foi, longe disso. O FC Porto portou-se como uma equipa vulgar, não conseguindo em momento nenhum superiorizar-se ao modesto Paços de Ferreira.

Pior que isso, consentiu que os pacenses chegassem por duas ocasiões a baliza de Helton com imenso perigo.

Graças à fífia de Cássio e à codícia de Farías (um dos poucos atributos deste goleador argentino) lá conseguimos arrancar para a vitória de mais um troféu.

Foi vencer sem convencer.

Jesualdo vai ter muito que limar para apresentar uma equipa competitiva. A jogar desta forma não venceremos novamente o Paços, agora em sua casa.

A equipa mantém uma das fragilidades das épocas anteriores: Falta de qualidade de passe que interrompe frequentemente a progressão e diminui a possibilidade de criar situações de golo.

É um aspecto em que tenho vindo a insistir e que não vejo melhoria.

O futebol foi tão fraquinho que nem ouso destacar quem quer que seja.

De resto, viva o FC Porto.

Um abraço

Ricardo de Sousa disse...

Sim, o que interessava era o resultado. E esse foi positivo.
A SuperTaça já cá mora e agora já só faltam duas taças para passar o "mais maior grande clube do mundo".

Não concordo muito com a análise ao Mariano.
No resto, estou de acordo.

Abraço

João Louro disse...

Precisamos de um adepto do Fc Porto, para colaborar connosco, no blog Anti-Fair Play, quem estiver interessado pode enviar um comentário com o nome, forma de contacto e idade.

Um grande Abraço, Bom inicio de campeonato

http://anti-fairplay.blogspot.com/

dragaovenenoso disse...

Hoje, no jornal de notícias:
"...Um dia, quando o super-Porto e o 'ressuscitado' Benfica só jogarem na Europa, o campeonato será uma 'liga dos últimos'. Ninguém quer repensar o campeonato português?..." , diz Paquete de Oliveira.

Realmente "ressuscitado" benfas é o termo que melhor se adequa a este clube. Até o bichinho! Não é bem uma fénix, mas todos os anos renasce, cheio de força e ilusão para depois cair. É assim que tem sido. Agora, o clube dos lampiões jogar numa liga europeia...tenho muitas dúvidas. Mas a ser, a mais indicada é aquela em que está envolvido neste momento, a liga Europa. Porque até este momento não passa de um clube que pode competir apenas a esse nível. Vamos ver este ano como vai ser.

Para já fiquei f** com o jogo da selecção que deixou o Bruno Alves manco.

Anónimo disse...

http://www.slbenfica.pt/Informacao/Futebol/Noticias/CompraRedPass.asp?Adepto=LUCILIO%20BATISTA

dragaovenenoso disse...

A 14 de Agosto de 2002 teve lugar a maior vigarice financeira que há memória: O clube do regime entrega como garantia bancária ao estado 200 mil acções - FICTÍCIAS. O estado aceitou porque na altura estava um acólito desse clube nas esferas de decisão.

É uma data a não esquecer. Sem esta garantia esse clube estava nas divisões secundárias, como o Boavista ou o Salgueiros.

Futebol "Desporto Rei" disse...

Boa Tarde caro colega.

Tenho um convite para lhe fazer.
Tenho um blog sobre futebol.
http://futteboldesportorei.blogspot.com/
é recente. Criado nem á 1 mês. Já tem mais de 1000 visitas.
No entanto, pretendo levar este projecto em frente e estou a pensar em criar novas iniciativas.
Uma delas é postar crónicas sobre 3 elementos ligados aos 3 grandes. Ou seja, postar crónicas de um benfiquista, um portista e um sportinguista sobre o actual momento da equipa.
Está interessado ?
Entre em contacto comigo:
futeboldesportorei@hotmail.com

Saudações.
Espero que a resposta seja positiva :)

dragaovenenoso disse...

Não é que os lampiões já estão em terceiro na classificação? E sem jogar!! Aquele jornal que conhecemos anseia tanto por ter o clube do regime à frente que começou por ordenar os clubes, todos com zero pontos. Claro que contanto apenas com nome pelo qual o clube é mais conhecido, o benfas fica à nossa frente, senão SL Benfas ficava cá para o fundo. Pois bem, o campeonato começou, há duas equipas com um ponto cada o resto tem zero. Mas por artes mágicas a académica aparece agora a meio da tabela e o benfas passou para terceiro e o FCPorto para quarto. Muito estranho...para quem se apregoa como o mais lido no país não primam pela isenção. Mas isso já nós sabemos há anos e anos.

dragaovenenoso disse...

Eu bem dizia: A selecção nacional de hóquei jogou o mundial com um cinco em que quatro dos jogadores já tinham sido comprados pelos lampiões, assim como o seleccionador. Pelo que vi dos jogos da selecção não fico muito preocupado.

dragaovenenoso disse...

Eu bem dizia: A selecção nacional de hóquei jogou o mundial com um cinco em que quatro dos jogadores já tinham sido comprados pelos lampiões, assim como o seleccionador. Pelo que vi dos jogos da selecção não fico muito preocupado.