quarta-feira, 30 de abril de 2008

FIM DO MITO DO STUPID ONE

Durante os anos em que Mourinho treinou em Inglaterra, chegou sempre uma equipa inglesa à final da Liga dos Campeões. Que não a dele. Duas vezes o Liverpool chegou a essa final, às custas dele. Agora, sem ele o Chelsea acaba de chegar pela 1ª vez, à final. À custa do Liverpool, o seu carrasco pessoal. Afinal, o ilustre desconhecido Avram Grant, à primeira, com a mesmíssima equipa na qual ele estourou os milhões do russo, chegou lá. Com a mesmíssima equipa que depois, antes que alombasse com o Manchester, ele abandonou. Sempre, mas sempre, por culpa dos dirigentes, que ele é o Special One.
É o fim do mito. Afinal, os clubes ganham sem ele. Afinal, sem ele, o Chelsea consegue mais do que com ele.
Ò Mourinho, paga bilhete e vai ao Dragão ver lá dois canecos lindos. Daqui a umas semanas podes ir a Londres ver outra. Isto enquanto, qual abutre, esperas que alguém seja despedido.

22 comentários:

ricardo disse...

O Mourinho teve duas épocas inesquecíveis com o Porto e acho que todos nós, portistas, devemos estar agradecidos por isso.
Mas o Azulão toca num ponto importante e que, na altura, pouca gente referiu. É que o Mourinho forçou o despedimento nas vésperas de ir jogar a Manchester. Não acho que isso tenha sido inocente, porque o Chelsea, a jogar como estava nessa fase, iria muito provavelmente perder esse jogo. O vaidosão do Mourinho percebeu isso e, num gesto cobarde, saltou do barco e "eles que se amanhem". O Chelsea, nesse jogo, jogou quase uma hora com menos 1 jogador, viu um penalty inventado contra si (ou nao assinalado a seu favor? nao me lembro) e perdeu 2-0. A nossa imprensa, os atrasados mentais do costume, logo trataram de dizer que o Chelsea, sem Mourinho, tinha sido humilhado pelo Manchester e caminhava para o abismo.
Desde então ando a torcer para que o Chelsea ganhe, pelo menos, a Liga dos Campeões. Já faltou mais.
Mas Sevilha e Gelsenkirchen, Azulão, são INESQUECÍVEIS! E Mourinho foi um dos grandes responsáveis por isso.

Anónimo disse...

O Mourinho fez uma cena na final da CL, nao quis festejar?
Azar o dele!

dragaovenenoso disse...

Azulão, não percebo este post. É algum tipo de raiva que tens dele? Enquanto esteve no FCPorto, chegamos quase a ser a melhor equipa do mundo, só não o fomos por causa da qualidade do campeonato que temos e que agora se confirma - avanço de VINTE e TAL PONTOS sobre o resto das equipas.

Não sei se te recordas da primeira eliminação do Chelsea frente ao Liverpool: um golo que não chega a existir. Desta vez o Chelsea empatou em Liverpool com um reco do caraças. São ocasiões completamente diferentes. Vamos ver o que este treinador faz quando tiver o capitão de equipa contra ele, a minar o balneário.

Porque é ele o abutre e não são os outros? Andam todos ao mesmo, à espera de uma oportunidade.

O Dragao disse...

Meu caro Azulão,
Como tu sabes estou contigo. Este abutre tenta passar, e a imprensa ajuda, que sem ele o Porto não era nada. Tentam dizer que sem ele o Porto é uma miséria. Mas, segundo os factos, o que acontece é que Mourinho sem o Porto não a cheira. E por mais dinheiro que gastase em jogadores o que é certo é que não conseguiu.
Caiu o Mito.
Special One??? Sim, existe. Chama-se Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa e é Presidente do FC Porto, não é mercenário e não negoceia contratos com possíveis adversários do Porto antes de jogos muito importantes.

Anónimo disse...

Os portugueses gostam das vitórias, mas não gostam dos vencedores. Deixem-se de merdas.

Anónimo disse...

Sou portista e costumo ler este blog mas estou totalmente chocado com este post.

Que ingratidão!

Até parece que não foi ele que meteu o chelsea a ganhar, nao foi ele que levou o drogba, o ricardo carvalho, o ashley cole. meteu o joe cole a jogar, ja para nao falar do kalou ou malouda ou do proprio essien.

Se nao querem ver isso é convosco mas eu nao sou cego.

Em relacao ao nosso porto podemos ter feito uma grande epoca em portugal mas na europa fomos fraquinhos. Gostaria de saber ate onde ia esta equipa com mourinho.. eliminados pelo schalke?? Por amor de Deus..

Alem de que nos 4ºs de final nos calharia um barça fraquissimo, quem viu a eliminatoria contra o schalke sabe do que falo.

Ingratos..

GM disse...

Mau demais este post. Independentemente da presunção de Mourinho, n me lembro de o ter ouvido dizer q o Porto sem ele n era nada. Quem alimentou essa historia foi sempre a imprensa. Tal qual muitos jogadores, teve o direito de procurar mais e melhor, seja somente no plano financeiro ou nao, apesar da atitude criticavel na final. Este tipo de carreiras sao curtas, o sucesso pode ser efemero, pelo que nao se pode virar as costas a oportunidades como a q ele teve. Ao inves de se chamar-lhe de cobarde e incompetente, talvez convenha n esquecer q ganhou tds as competicoes internas em Inglaterra, tendo sido eliminado da forma q tds vimos no primeiro embate contra o Liverpool na Champions. Independentemente de atitudes menos proprias, tem feito uma gestao de carreira a tds os niveis invejavel. N sou um fa inflexivel de Mourinho, nem pouco mais ou menos. Apenas lhe reconheco o merito que merece, n esqueco o q nos ajudou a conseguir, pois foi um trabalho de equipa q nos levou ao sucesso onde ele era uma clara mais valia nessa equipa.

Este odio, estes ataques e estas diarreias verbais sao dispensaveis azulao. Ha que ser contido e ponderado em certas e determinadas acusacoes ou comentarios q tens feito. Tens os teus odios de estimacao, dos quais respeito alguns, m n tds. Este e um caso obvio de injustica p Mourinho.

Fica bem.

Anónimo disse...

Não podem consentir...

Hélder Pacheco, Professor e escritor


No Grande Auditório do Soviete Supremo do Nacional-Centralismo, reuniu a respectiva assembleia-geral para análise, discussão e propostas relativas aos pontos únicos da agenda «Pode o Império Centralista continuar a consentir que o F. C. Porto ganhe campeonatos? Pode o Império consentir que uma equipa da província, sem representatividade nacional, mantenha a supremacia sobre as glórias do centralismo?»


A tais questões, pronunciaram-se os seguintes representantes dos Organismos Tutelares do Centralismo da Confraria dos Centralistas Devoristas, que advertiu; da Confraria Centralista dos Gestores 7+ (acima dos 7 empregos), que berrou; da Confraria Centralista dos Gestores 7/5 (entre 7 e 5 empregos), que uivou; da Confraria Intelectual Centralista, que bolsou; da Confraria dos Assessores Centralistas, que gritou; da Confraria de Legisladores Centralistas, que decretou; da Confraria dos Grandes Incompetentes Centralistas, que dejectou; da Confraria dos Médios Incompetentes Centralistas, que arengou; da Confraria dos Provincianos Convertidos ao Centralismo, que grunhiu; da Confraria dos Centralistas subvencionados pelo Estado, que cuspiu; da Confraria dos Centralistas nomeados por proximidade do sistema, que ganiu; da Confraria dos Centralistas infiltrados nos Meios de Comunicação, que ladrou; da Corporação dos Centralistas Avençados, que exortou; da Corporação dos Centralistas Disfarçados, que invectivou; da Confraria Centralista da vista grossa à Insegurança no país, que programou; da Confraria dos Consultores Centralistas, que bradou; da Corporação Centralista de Comentadores de TV, que expeliu; da Corporação Centralista dos Acumuladores de Subsídios, que ejaculou; da Corporação Centralista promotora do abastardamento da Língua Portuguesa, que perdigotou; da Corporação Centralista do Cosmopolitismo Importado, que mesurou; da Corporação do Proteccionismo Centralista, que rezingou; da Corporação Centralista dos Exterminadores de Serviços Regionais, que peidorreou; da Corporação dos Yes-Men and Job for the Boys Centralization System, que arrotou; da Corporação dos reality-shows Centralistas, que discorreu; da Corporação dos Esbanjadores Centralistas, que vituperou; da Corporação Centralista dos Saudosos da Censura Prévia, que baliu; da Corporação Centralista dos Grupos de Trabalho, que praguejou, e todos em uníssono votaram: «Não podemos consentir!» e «É ultrajante!».


Face à unanimidade, a Assembleia aprovou as seguintes conclusões:


1.º - Uma cidade a que o centralismo retirou quase tudo: emprego qualificado, sedes de empresas, serviços, investimento público, etc., não pode manter um clube que ganha campeonatos consecutivamente;
2.º -A única coisa que o centralismo ainda não conseguiu extorquir ao Porto são os campeonatos; 3.º - Como os clubes centralistas não ganham no campo, é preciso fazê-los ganhar em jogos fora do campo.


Para isso, serão adoptadas medidas imediatas a) lançar uma OPA sobre o F.C. Porto, transferindo-o para a capital; b) aumentar o IVA do F. C. P., em 80% e os impostos em 90%, para o fazer ir à falência; c) depois do dourado, lançar apitos prateados, verdes, laranjas, vermelhos e até PINK - cor favorita dos centralistas - para descredibilizar o F. C. P.; d) formar um consórcio editorial para publicar exclusivamente livros de autores de nomeada - designadamente mortos ou moribundos - contra o F. C. P.; e) classificando-o como local altamente perigoso para o centralismo, expropriar o Estádio do Dragão por razões de Estado; f) fazer aumentar a taxa de desemprego da Área Metropolitana do Porto para níveis que obriguem à emigração dos adeptos do F. C. P. para trabalhar na Galiza; g) legislar no sentido de impedir os menores de 90 anos de assistirem aos jogos do F. C. P.; h) em caso de insucesso destas medidas, determinar que, no início dos campeonatos, os clubes do centralismo partam com 20 pontos de avanço.Mal esta notícia chegou à cidade, na Vitória, na Sé, em Campanhã, em Lordelo, no Aleixo, no Cerco do Porto, no Monte Crasto, no Monte da Virgem, nas Cachinas, em Rio Tinto, na Feira, em Avintes, Custóias, Valongo e por aí fora, em toda a parte onde há dragões, milhares de bandeiras azuis se agitaram. E, enquanto os mais velhos cantavam a Maria da Fonte «Pela santa liberdade / Triunfar ou perecer», todos faziam o gesto do zé-povinho na direcção do antigo Sul (agora mudado pelos centralistas para West Coast) e os jovens portistas cantavam: «Esta vida de dragão / Só dá campeão! Tra-lará-lará - lará, lará-lará.»


in JN

Anónimo disse...

Estou contigo Azulão. Mourinho sem o Porto, estava na U. Leiria, no Portimonense, no Estoril ou no Benfica. Não quiz festejar o feito daqueles grandes atletas, fodeu-se que nunca mais festeja a conquista duma taça assim.

Pedro Reis disse...

Que palhaçada de post!

Lembram-se do FCP pré-Mourinho? O do Octávio, que esteve 3 anos sem ganhar nada e que caminhava para o abismo, com um conjunto de mecos que se exibiam miseravelmente.

E da chegada de um treinador que transfigurou completamente o nosso clube? Que lhe devolveu a ambição, que lhe devolveu as vitórias e que mesmo quando se foi embora permitiu que financeiramente o clube entrasse "noutra era". Ou acham que sem o produto das vendas dos jogadores que Mourinho lapidou, alguma vez tínhamos tido capacidade para Luchos, Lisandros, Quaresmas, Andersons?

Que o FCP está acima do Mourinho sem dúvida, como está acima de qualquer jogador por muito bom que seja, mas enxovalhar quem, goste-se ou não, foi um mito como treinador no nosso clube, só está ao alcance de pseudo-adeptos doentes...

Infelizmente não acho estranho para quem, também aqui, chama todos os nomes ao treinador actual e a alguns dos jogadores que fizeram uma época brilhante.

Gostam é de Dieguinhos de m****, que nunca honraram a camisola do FCP. A propósito esse triste já assinou pelo Real Madrid?

Anónimo disse...

Pedro,

Arranca com um blog teu, sem medos!

Pedro Reis disse...

Já colaborei num e garanto-te que lá se defendia o clube e os seus colaboradores (jogadores, tecnicos e dirigentes). Sem medo de criticar, mas com respeito e educação. Mas há gostos para tudo.

Já agora ficava-te bem saires da capa do anonimato...

Anónimo disse...

Eu sei que tiveste. Era um leitor assíduo, tive bastante pena quando decidiram deixar de escrever.

Deko disse...

O FCP ganhava antes do Mourinho, ganhou quando o Mourinho lá estava e continuou (e continuará) a ganhar depois de ele de lá ter saído...

Aquela imagem de 'trombudo' aquando dos festejos da vitória na CL jamais será por mim esquecida...

Pelos vistos o Mourinho em Londres não fazia mais que um qualquer militar Israelita, desde que lhe dessem milhões para gastar...

Por isso desejo ao Mourinho o mesmo que aos encornados e colimeros: 1 derrota por jogo...

Há por aqui alguns que me fazem lembrar os benfiquinhas em Maio de 2004:
«Se não tvessemos deixado sair o Mourinho a esta hora eramos nós que estavamos a festajar a vitória na CL»

Acham mesmo ?!

Anónimo disse...

Com respeito e educação,e tambêm censura quanto baste.
E depois defendem o nojo do comportamento do Mourinho na final da champions?És portista ou mourista?

Anónimo disse...

Com esta discussão sobre o peneirento Mourinho até me esqueci que não gosto nem um bocadinho do Jesualdo. E não é que no fim de semana o gajo fez por me azucrinar a cachola e fez mais uma das suas habituais merdas.
PS - O Bosingwa se quiser gozar com o pessoal, que vá gozar para o caralho que o foda.

janeca disse...

Ouve-se nos Bares de Chelsea: AVRAM GRANTINHOUUUU! AVRAM GRANTINHOUUU!

Anónimo disse...

Se o Chelsea ganhar a Liga dos Campeões, o Mourinho vai tentar dizer que o êxito também é dele. O Zola, o Vialli, podem dizer o mesmo. Mais uma vez é uma vitória que não festeja. Já está habituado.

Anónimo disse...

Se o Chelsea perder o campeonato empatado em pontos com o Manchester, o Avan Grant também pode dizer que não ganhou o campeonato por culpa do inicio de época miserável do Mourinho.

Anónimo disse...

Ainda ninguém falou sobre o jogo do passado Sábado?! Também vão dizer que a culpa é do treinador?

Anónimo disse...

Abaixo de cão, é o único comentário que posso fazer a este post.
O F. C. Porto não merece este tipo de mesquinhez, medíocridade e tacanhez. Feridos na asa,sim, mas suficientemente lúcidos para reconhecer o que é evidente, e não cuspir no prato de onde comemos.

Anónimo disse...

Mourinho é um treinador banal a quem o Porto ensinou qualquer coisinha. Mainada.