domingo, 22 de julho de 2007

Indefinir o plantel

Normalmente, com duas semanas de trabalho e a menos de um mês do primeiro jogo oficial, tudo estava definido. Noutros tempos tudo estava definido nas férias e no primeiro dia de trabalho o presidente entrava no estádio de braço dado com um reforço.

Hoje tudo é diferente. Temos um jogo de apresentação do plantel aos sócios em que o treinador no final diz, de forma candida como se fosse a mais natural coisa deste mundo da bola, que o plantel só fica definido daqui a duas semanas.

Ao que se sabe, o Lucho ainda pode sair. Ao que se sabe, o Quaresma ainda será pretendido por alguns clubes. Ao que se sabe, o Postiga ainda deverá sair. Ao que se sabe, o Renteria e o Edgar se calhar não ficam.

Entretanto, para além do Mariano Gonzalez, parece que vem aí o Farias e o Stepanov. E se sairem mais, quem sabe quantos mais virão.

Pergunto eu, agora, se calhar ofendendo muitas vestais: "mas qual a coesão da equipa para iniciar a próxima época se neste momento ainda se anda a comissionar uns jogadores?"

Eu não respondo porque sei que os leitores deste blog são inteligentes e sabem a resposta tão bem como eu. Desconfio é que os administradores da SAD não fazem parte destes leitores...

De resto, não sei o que diga sobre os comentários ao meu último post. Então segundo lá explicam o clube está bem economicamente e a SAD também, há quem fique satisfeito por devermos menos que os outros grandes, há quem ache que a culpa de termos mais de 60 jogadores sob contracto é dos autores deste blog... Resta-nos a satisfação comum de sermos, de facto, bi-campeões. O problema é que não concordamos no preço e na metodologia aplicada para alcançarmos esse objectivo. Pormenores...

Primeiro vitória, por isso. Fomos campeões de vendas no defeso e "penso eu de que" ainda não fechamos contas...

E pronto, continuemos por isso a indefinir o plantel. Proponho desde já como próximas opções a venda do Bosingwa, o emprestimo do João Paulo com ordenado por conta do FC Porto e a aquisição de mais alguns defesas esquerdos, de preferência argentinos que está na moda agora... (nota - antes que começem os comentários, este último paragráfo é pura ironia e não reflecte o meu pensamento!)

2 comentários:

Anónimo disse...

Caro Pav�o,

1. O seu post est� 20 anos atrasado. Se h� 20 anos o FCP n�o tivesse o plantel todo definido no 1.� dia de treinos, t�nhamos raz�o para nos preocuparmos.
Hoje, depois do Ac�rd�o Bosman, com a livre circula�o de jogadores na Europa, com o fim das limita�es ao n.� de estrangeiros, com o advento dos fundos de investimento de passes de jogadores e dos clubes-empresa, come�armos a �poca com duas ou tr�s indefini�es n�o me parece preocupante.
2. A sua ironia � de fino recorte!!!! Mas olhe l� nos jogadores que foram vendidos este ano onde esteve o erro? Foi no Anderson, no Pepe, no H Almeida ou ter� sido no R Costa?

desconfiado disse...

Continuo (e não devo ser o único) sem perceber muito bem para onde vai o $$ encaixado no defeso. Espero que nas próximas contas o passivo tenha caído significativamente. Se assim for, então entendo alguma coisa. Se aumentar, aí ficam algumas coisas por esclarecer.