sábado, 9 de fevereiro de 2013

A propósito dos clubes de bairro...

...porque volta e meia leio comentários por aí de lampiões, mas também de alguns lagartos (menos), chamando ao nosso FC Porto um clube de bairro.

E, não querendo ser muito exaustivo, queria informar duas coisas.

1. O Porto é, apesar de eles não gostarem muito disso, uma cidade. O clube leva no emblema o brasão da cidade. Aliás, leva o "verdadeiro" brasão da cidade, o brasão real, ainda com a coroa e o dragão a encimar, simbolo ducal, que faz hoje nome do nosso estádio. E por isso, por mais que queiram apoucar, clubes de bairro aqui no Porto eram o Boavista e o Salgueiros, por exemplo - e muita honra tinham eles nisso, que ninguém duvide! Mas o FC Porto é clube da cidade, região e hoje do país e do mundo, por muito que isso lhes doa.

2. Já quanto aos clubes da capital, que dizer? Um foi fundado pelo visconde de Alvalade. O outro após uma fusão ficou-se em Benfica. E que são estes dois lugares? Cidades? Vilas? Não... adivinhem lá outra vez... BAIRROS! Ou seja, cada vez que tentam insinuar que o mágico FC Porto não é um clube de cidade, da cidade do Porto, só estão a menorizar-se ainda mais, pois nem sequer conseguem respeitam o local onde estão, onde nasceram, onde cresceram.

Custa muito ver o próprio clube definhar como acontece hoje com os vossos clubes? Acredito que sim. O meu pai, que passou muitos anos por uma fase do meu clube menos boa, diz-me que sim - eu, felizmente, vivi quase toda a minha vida com o FC Porto como um clube de grandes feitos, grandes conquistas. E mais posso garantir que não é por não respeitar os adversários nem as próprias origens que vão impedir que o FC Porto seja cada vez maior, que tenha crescido em Portugal, na Europa e no Mundo... bem pelo contrário.

Por isso, resta-me dizer aos lampiões e lagartos que, cada vez que leio isso, não me serve nenhuma carapuça - a mim ou aos portistas! Invicto sou, somos, sei qual o meu berço, sei que do Porto houve nome de Portugal. Tomara-vos poderem dizer o mesmo. A única que me serve quando leio esses comentários, é uma boa dose de gargalhada a pensar "olha mais um calhau"... é que uma vez é engano, duas é defeito de aprendizagem e três é reincidência na estupidez!

3 comentários:

Manuel disse...

E se tentassem ser um pouco mais inteligentes? Eu sei que para vocês é um pouco difícil.

Quando se chama clube de bairro ao FCP não se está a confinar o clube a um bairro físico da cidade mas à MENTALIDADE reinante em grande parte dos adeptos, especialmente os que vivem dentro do bairro. Que foi imbuído nos adeptos pelo Grande Líder, uma pessoa terrivelmente frustrada e acintosa. E que rouba o clube como gente grande.

E isso vê-se na forma como tratam os outros, como se de uma seita se tratasse, chamando mouros a quem mora do lado de fora das muralhas. É mentalidade própria de gente que vive em ghettos.

É uma mentalidade deplorável, na minha opinião, que não existe em mais lado nenhum. Pelo menos eu não conheço no mundo civilizado. África não conheço.



Pavão disse...

Caro Manuel, obrigado por confirmar a minha teoria de estupidez geral sobre os que acham isso e que nem ao menos respeitam a origem do seu clube.

Presumo que será lampião e talvez mouro. Sendo que o mouro, aqui, não é quem é de fora das muralhas. Talvez não conheça a história de Portugal, como quase marroquino que deverá ser, mas Portugal conquistou-se de norte para sul, aos mouros, que colonizaram a península ibérica e que já o Porto havia feito nome Portugal há muitas décadas e ainda pululavam por todo o sul do país e reinavam na cidade que alberga o bairro do seu clube. Mouros são, por isso, os árabes que estavam do Mondego para sul...

Quanto a quem rouba quem na presidência do seu clube, sugiro que veja a lista dos mais ricos e tente explicar-se a si próprio como é que alguém que lá não estava há 10 anos atrás, hoje consegue estar quando o clube a que preside ficou quase em falência técnica na sua presidência. A vender pneus é que não deve ter sido...

Quanto a inteligência, a sua era ter ficado calado, demonstrando algum respeito pelo seu bairro. Vê-se quem a tem e quem não...

Continue a instruir-se por aqui, só lhe fará bem para aumentar o seu QI! Abraço!

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

«Pelo menos eu não conheço no mundo civilizado. África não conheço.»

e está tudo dito sobre as maneiras e os bons costumes da abécula lampiónica que dá pelo nome de "Manuel" - pois que da Educação estamos conversados.

desconhecia que também tinha preconceitos racistas...

(eu bem sei o que quis afirmar. mas fica-lhe tão mal, mas tão mal tê-lo escrito... por mim, bem que poderia ficar lá pelo seu tasco. mas não, os "manuéis" desta vida gostam muito de se arvorar em paladinos e arautos de tudo e de nada em blogues que não são afectos à sua cor. enfim... são uma cambada de tristes...)

somos Porto!, car@go!
«este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todas(os) vós! ;)
Miguel | Tomo II