segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

NO SAPATINHO...


Eu queria um treinador, portista, jovem, que pôs a Académica a jogar futebol e pela primeira vez em anos a manter-se na 1ª divisão sem sobressaltos. Se possível, que tivesse já treinado um bom clube, fazendo-o andar desde a 1ª jornada no 1º lugar e a jogar bom futebol. Enfim, que tenha ambição e não se borre todo em clássicos e em jogos no estrangeiro. Conhecem algum?

18 comentários:

dragaovenenoso disse...

Deixem-no passar mais uns anos a aprender. Um ano na académica e meio ano no Braga não é nada. Pode muito bem ser um treinador com futuro, ao nível do que foi como jogador. Mas até lá...ou acham que o PC anda a dormir?

E o Jorge Costa? O Olhanense não ganha jogos porque lhes anulam golos limpos e assinalam golos no mínimo estranhos aos adversários. Olhem os lampiões. Quantos minutos de descontos deu o árbitro ? 5 min. E quantos cumpriu? Mais de 5.

É ter calma e apoiar mas é a equipa em vez de deitar abaixo.

Feliz Natal a todos os dragões!

dragaovenenoso disse...

É isto que me deixa danado. Ao que parece o Hulk e o Sapunaru agrediram um daqueles gajos que costumam estar a tomar conta de não sei muito bem o quê, mas consta no relatório do árbitro que foi após provocações. Ainda assim levaram ordem de expulsão. O *isento* CD rapidamente decidiu suspender os dois jogadores para análise da situação. Mais uma decisão *isenta*. Falta saber quanto tempo vão ficar suspensos até analisarem o caso. A ter em conta o passado, vai ser muito provavelmente meia época, para os castigarem por dois jogos. É a merda de sempre.

Anónimo disse...

Nao duvidem o substituto ideal do lucho era o pastore, uma falha que pode custar nos muito caro :S

Ricardo de Sousa disse...

Eu conheço um que também andou com o Braga muito tempo na primeira posição... E lutou pelo título por duas ocasiões.

Curiosamente é o nosso actual treinador.

Abraços
Boas festas

Anónimo disse...

Xiiiiiiiii, tantos amantes daquela espécie de treinador. Ai e tal, já lá anda há 30 anos. Como o prof Neca, também este não aprendeu nada.

Já escrevi este texto num blog:
«Sinceramente, ainda não percebi porque há tantos portistas que o defendem. Eu nunca o defendi desde o primeiro minuto em que entrou como treinador do nosso clube. Já não gostava dele no Braga. E atenção que não digo isto pelo jogo com o Benfica… já vem de antes.
Muitos portistas dizem que não deveríamos ser ingratos para o que fez ultimamente em plol do clube, eu digo que deveria ter feito muito mais, e se não conseguiu fazer, é porque, efectivamente, não sabe mais. Se for por dar a cara, como tantos apregoam, que contratem um assessor de imprensa!
No primeiro ano que cá chegou, o Porto contava com jogadores de qualidade como Anderson, Pepe, Bruno Alves, Lisandro, Lucho, Quaresma, entre muitos outros. Tínhamos uma senhora equipa, e o que aconteceu? Ganhámos o campeonato à rasquinha, ficámos a um ponto do Sporting e ainda perdemos a final da taça para eles. A outra derrota contra o Sporting, veio poucos meses mais tarde para a super taça. Nos dois anos seguintes, ganhámos dois campeonatos e cumprimos o mínimo na Europa. E ganhámos porque a concorrência era zero. O Sporting ia buscar jogadores a formação, já o Benfica acabou os dois campeonatos em 3º e 4º Lugar.
Ainda assim, ganhámos estes dois campeonatos graças às vitórias com clubes de menor dimensão. Quando se nos deparava uma equipa mais ou menos, era o que era.
Ainda me lembro alguns jogos, principalmente na Europa, em que metia no meio campo o P. Assunção, o Maireles e o adaptado Chec (tem sempre de inventar nos grandes jogos, e ainda n aprendeu que quando inventa perde). E com tanta gente de qualidade para meter na frente. São os “três tristes trincos” do Mestre da Treta. Um Mestre que não tem assador para a carne, pois se tivesse, metia a carne toda no assador logo de início e não no fim.
E depois é a mesma m* de táctica, que dura há anos. 4 defesas, e os “três tristes trincos”. E três desamparados lá à frente, a correrem que nem doidinhos. Depois quando começa a perder, espera pelos 60 minutos para fazer a 1ª substituição (e as outras duas aos 80, 85) para meter tudo ao molho e fé em Deus lá na frente, mas já vai tarde. Quando o Porto precisa de carregar, nessa altura já está tudo estourado.
Outro facto curioso, do Prof. Pardal, é que, bem começando a perder, já não consegue dar a volta ao resultado. Eu, em três anos e meio que, para mal dos meus pecados, o vejo a treinar o Porto, lembro-me de três situações que tal aconteceu. E contra equipas menores. Por isso, quando na maioria dos jogos o Porto começa a perder, simplesmente desliguei a TV e fui embora, pois já sei o resultado final.
Outra coisa que me repugna é ver tanta crítica a jogadores por parte de alguns adeptos portistas. Para os de memória curta, lembro-vos quando Octávio treinou o Porto. Nessa altura, a equipa era a mesma que o Mourinho foi treinar, que perdeu no final da época Jorge Andrade e um médio defensivo que n me lembro o nome, que foi para Itália. A seguir foi o que foi. Campeonato, Taça e Taça Uefa. E no outro ano, mas aqui com uns reforços de peso, novamente o Campeonato e a Champions.
Como tal, por isso é que ninguém me convence que temos piores jogadores que o Benfica. Não temos é uma coisa chamada treinador como eles este ano têm.
Uma equipa como o Porto que vendeu jogadores no reinado do Prof., por balúrdios, e que bateu autênticos recordes mundiais, merecia um treinador em condições, um que tivesse areia para a camioneta. O que infelizmente não acontece.
Quanto a mim, esta paragem era a altura ideal para lhe meter uns patins, e já que o Braga anda a tratar de desmantelar o plantel, que dispense também o treinador. A não ser que venha aí mais uma derrota em breve… mas se for para seguir as pegadas do Paulo Bento… que venha! Já estou por tudo. Para aturar esta m* de futebol é que não!»

Só não vê quem quer

Ao ADM, que conte comigo para mais comentários

Saudações

Gil Oliveira

m. lopes disse...

O Blog "Gritos do Desporto" deseja a todos, em especial ao amantes do Desporto, um ano de 2010 repleto de sucessos e alegrias, quer a nível pessoal quer profissional!

Com os melhores cumprimentos
____________________________

http://www.gritosdodesporto.blogspot.com

António Pista disse...

Newsletter Semanal #4

Blog Águia de Ouro

A época festiva em que vivemos ocupa-nos a maior parte do tempo, no entanto foi-nos possível fazer um resumo exaustivo das primeiras 14 jornadas deste campeonato, onde analisamos a prestação de cada equipa...


Posts Anteriores:

- A Liga Sagres após 14 jornadas...
- Tudo vermelho após o Natal
- Feliz Natal
- Raça de Campeão

http://aguia-de-ouro.blogspot.com

Anónimo disse...

«Li num jornal uma crónica que terminava a dizer que se calhar havia petróleo em Lisboa. No Porto não há e portanto temos de ser realistas e ter aquilo que podemos ter. Posso garantir que o treinador não me pediu nenhum jogador a mais daqueles que tem e eu considero que ele está correcto porque temos um excelente plantel».
Concordo com Pinto da Costa. Afinal, o que lhe falta ´´e um bom treinador...

Gil Oliveira

celular net disse...

Adorei o conteúdo do seu site. Aproveite e visite o meu site http://www.celularespiao.net Conheça este incrível celular batizado de Telefone Espião. A única maneira de você fazer uma escuta de celular. Funciona de modo discreto e grava todas as chamadas recebidas e efetuadas do celular alvo. Lista todas as chamadas com numero, dia, duração da ligação, e hora. Vendemos o celular em duas versões para sua escolha.

Anónimo disse...

JESUALDO FERREIRA: «É COM ELES QUE VAMOS VIVER, É COM ELES QUE VAMOS GANHAR»

O treinador do FC Porto fez esta quinta-feira a antevisão do desafio com a Oliveirense, da quarta eliminatória da Taça de Portugal (sábado, 21h15), e deixou uma mensagem forte aos adeptos, apelando à união em torno da equipa. «É com eles que vamos viver, é com eles que vamos ganhar», afirmou o técnico, referindo-se ao actual plantel dos Dragões.

Equipa dá garantias
Jesualdo Ferreira fez questão de deixar uma mensagem inequívoca sobre o grupo de trabalho, dirigida aos «sócios, adeptos» e a quem «gosta do FC Porto». «Aquilo que nós temos de reforçar é que este plantel que escolhemos é um plantel que nos agrada, dá-nos garantias de entrar nas competições que disputamos e ganhá-las. É isso que queremos e que vai acontecer, seguramente. Estamos no meio de um processo de formação da equipa, por um lado, e de desenvolvimento dos jogadores, por outro», assegurou.

Paragem positiva
Após as férias de Natal, o plantel regressou ao trabalho com energias redobradas, frisou o treinador. «Foi uma semana de paragem, necessária e boa. Os jogadores vieram bem, dentro dos níveis que esperávamos. Nestes dias de treino, houve um grande empenhamento de todos», acentuou. Por isso, face à Oliveirense, vai alinhar o «onze» que Jesualdo Ferreira «achar melhor para o jogo», em «função dos jogadores disponíveis» e daquilo que o técnico entende ser «necessário ao desenvolvimento da própria equipa».

Terreno difícil, adversário forte
O desafio de sábado estava inicialmente agendado para Novembro, mas acabou por ser adiado devido ao mau estado do relvado do Estádio Carlos Osório, em Oliveira de Azeméis. A chuva que tem caído em todo o país não deixará de ser uma condicionante no primeiro desafio dos Dragões em 2010. «Em Novembro não se tratava do mau tempo, mas sim de condições não boas que o árbitro entendeu sancionar. Certamente o relvado estará difícil, como em toda a Europa e em Portugal. Vai ser um jogo condicionado pelo tempo, pelo terreno e pelo adversário. É uma equipa forte, que tínhamos estudado bem e que continuámos a observar, pelo que vai ser preciso sacrifício, empenho e entrega para os ultrapassar», esclareceu.

in fcporto.pt

______________


Força Professor.



Nota. Os Domingos, os JCostas e outros ainda têm muito que crescar.

Por alguns supostos portistas mudava-se de treinador todos os anos (pelo menos)!!!!!!

Anónimo disse...

Anda por aí um "DESTREINA" chamado Gil (será portista ?), por aí e por todo o lado, o melhor é não lhe ligar.

Anónimo disse...

Sim, sou portista, e quero o melhor para o meu clube. Um bom treinador. ah, e "Destreina" é o senhor três tristes trincos e fé em Deus.

Gil Oliveira

Anónimo disse...

Não sei como há pessoas que são capaz de duvidar do clubismo de alguns só pelo facto de não se gostar de Jesualdo. Repito, eu não gosto dele desde o 1º dia que entrou como treinador do Porto. Mentalidades... mas o que é certo é que os defençores de Jesualdo, quando o Porto perde, são os primeiros a pedir o seu despedimento. Em alguns blogs, têm-se visto isso ultimamente...

Gil Oliveira

Anónimo disse...

Olha lá Ò "DESTREINA" onde é que o RMeireles é trinco ???!!!

Nem o Guarín o é.


Tem Juizo e opta por melhores leituras.

Anónimo disse...

Pois o problema é mesmo exe. Não são, mas com as invenções, passam a ser.

Gil Oliveira

Anónimo disse...

Tretas!!!

riskolas disse...

O Meireles era trinco no Boavista, o Guarin veio para ser trinco... até lhe deram o número 6...

Eu também não gosto nada do Jesualdo, nem quando ele estava no Braga e eu tenho uma costela braguista enorme!

De qualquer modo, não sei até que ponto o Domingos está preparado para assumir o barco. Falhou redondamente o acesso à UEFA.

Em Portugal, aquele a quem auguro melhor futuro é o Paulo Sérgio, dos Espanhóis.

ast disse...

Por acaso gosto do "mingos".